Cruzeiro quer retorno de Zé Eduardo

Publicação: 2020-09-22 00:00:00
O América que ainda está em processo de redução do elenco, foi pego de surpresa com o interesse da diretoria do Cruzeiro em “repatriar” o atacante Zé Eduardo. Titular da equipe alvirrubra desde que estreou, o atleta teve a promessa de que terá o salário dobrado no clube mineiro, mas para regressar deseja ter a garantia de que será aproveitado na equipe que disputa a Série B. O presidente do Alvirrubro, Leonardo Bezerra, destaca que recebeu o contato do presidente da equipe mineira, Sérgio Santos Rodrigues, mas salientou que no acordo entre as partes não existe cláusula obrigando a devolução imediata do atacante, no caso do interesse dos mineiros. 

Créditos: CANINDÉ PEREIRAAtacante Zé Eduardo fez nove gols em dez partidas em 2020, defendendo o América e o Villa NovaAtacante Zé Eduardo fez nove gols em dez partidas em 2020, defendendo o América e o Villa Nova

Apesar disso, a tendência é que ocorra a negociação e que Zé Eduardo retorne a Toca da Raposa, uma vez que a diretoria americana não deseja arriscar inviabilizar futuras negociações entre os dois clubes. Falta apenas as partes entrarem em acordo em relação ao pagamento de uma compensação financeira ao Alvirrubro, que tinha contrato com o atacante até o final da Série D do Brasileiro.  

A diretoria cruzeirense está recorrendo a esse expediente pelo fato de não poder registrar novas contratações devido a uma punição imposta pela Fifa, como o clube realiza uma campanha fraca na Série B do Brasileirão, a comissão técnica da Raposa segue de olho em quem está emprestado pelo clube.  

Zé Eduardo, resolvendo ou não essa questão com o Cruzeiro, seria dúvida para o segundo jogo do clube potiguar na Série D, sábado, em Fortaleza, contra o Floresta, na Arena Castelão. Segundo o médico alvirrubro, Marcelo Rego, o atleta deixou o campo na estreia diante do Campinense reclamando de desconforto na virilha. 

“Nós iremos manter o atleta no departamento médico, já solicitamos a realização de um exame de imagem para investigar melhor essa situação para depois dizer algo com mais propriedade”, informou Marcelo Rego. 

O América trabalha para reduzir a folha salarial e o elenco, por entender que, na Série D, onde as partidas ocorrem apenas aos finais de semana, o América não irá necessitar de um elenco tão numeroso. Ontem foi assinada a rescisão contratual com o lateral Michael, por outro lado, a pedido do treinador Paulinho Kobayashi, o executivo de futebol, Fabiano Melo, suspendeu a negociação com o meio-campista Fabiano um dos três atletas que chegaram a Natal através da realização de uma parceria com o Retô-PE. 

“O treinador Paulinho Kobayshi está buscando informações sobre os atletas do elenco e Fabiano foi muito bem recomendado. Dessa forma, ele solicitou a diretoria para suspender a negociação visando devolver o atleta ao seu clube de origem. Kobayashi disse que pretende avaliar melhor o atleta dentro do grupo americano”, destacou Leonardo Bezerra. 

Em relação a possibilidade de ocorrer a chegadas de algumas jovens promessas cruzeirense envolvidos na negociação de Zé Eduardo, considerar difícil. Fora a compensação financeira será difícil algum outro entendimento, o Cruzeiro está mergulhado numa grave crise financeira e técnica e, basicamente, não possui nenhum outro atleta à disposição para servir como “moeda de troca”. 

“Se eles emprestaram Zé Eduardo ao América e, agora, estão solicitando o retorno do atleta de forma urgente, é porque eles não têm ninguém nem do mesmo nível no grupo. Então essa possibilidade de troca vai depender da qualidade do atleta que eles desejarem enviar para Natal”, antecipou Leonardo Bezerra. 

Paulinho Kobayshi mais uma vez terá problemas para montar a equipe americana diante do Floresta. Dos três jogadores que se encontram sob cuidado médico, apenas um será liberado para retomar os treinamentos.  

“Em relação aos jogadores que já vinham em tratamento, André Krobel sofreu uma entorse no tornozelo, ainda vem reclamando de dor na região e estamos segurando o atleta. O mesmo ocorre com o atacante Elias, que sofreu uma lesão muscular um pouco grave na panturrilha e, apesar de vir demonstrando uma evolução muito boa, o atleta ainda não está liberado para treinar. Já Everton Silva teve uma evolução muito boa com o tratamento da lesão no músculo posterior e provavelmente será liberado para o trabalho de transição amanhã (hoje)", ressaltou o médico americano.