Curva com toque de chef

Publicação: 2017-02-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A pizzaria e batataria Curva do Vento agita Ponta Negra há oito anos, e já passou por variadas fases. Atualmente, a casa conhecida pelo passado festeiro, ganhou uma cara mais madura e também novos sabores para acompanhar esse momento. O local está há dois meses com um novo cardápio, elaborado pela renomada chef potiguar Gláucia Veras, que fez os ajustes necessários para que o público gourmet também aprecie o clima descontraído da Curva.
Alex RégisPizza “Saturno” é feita com mussarela de búfala, pesto de azeitonas pretas e manjericãoPizza “Saturno” é feita com mussarela de búfala, pesto de azeitonas pretas e manjericão

“O cardápio foi acompanhando o crescimento da casa. Se no começo o Curva era visto apenas como um barzinho descolado, hoje já temos a estrutura de um restaurante. As pessoas vêm aqui também pra comer”, explica Ellen Alvino, uma das sócias do Curva. O fato reflete até na clientela do local: a maioria é de grupos de famílias natalenses, que vão ao local para saborear uma pizza ou uma refeição, entre petiscos e massas. “O nosso público atual não é o mesmo de quatro anos atrás, foi mudando com o tempo”, ressalta.

Segundo Ellen, a consultoria da chef Gláucia correspondeu aos objetivos do Curva: “A gente queria dar uma cara especial às entradas, e a Gláucia tinha o perfil que pensávamos, o de fazer uma cozinha simples e ao mesmo tempo saborosa, criativa. Nesse processo de renovação, as ‘estradas’ viraram os ‘petiscos’, mudamos isso no cardápio”, explica.

Entre os petiscos introduzidos pela chef Gláucia estão o polvo ao vinagrete, polvo grelhado, lula crocante, carpaccio de carne, camarão ao alho poró  e creme de parmesão, e o filé ao molho gorgonzola, que agora divide espaço com brusquetas e outras iguarias. Até as pizzas, carro-chefe da casa, ganharam um toque da chef com duas novidades: a pizza “Saturno”, mussarela de búfala com pesto de azeitona preta e manjericão, e a “Júpiter”, de abobrinha com berinjela e champignon. Ambas integram as opções vegetarianas do menu.
Alex RégisAmbiente descontraído e descolado, com a cara praianaAmbiente descontraído e descolado, com a cara praiana

As batatas recheadas, outra tradição da Curva do Vento desde o começo, receberam duas novas opções com uma pegada regional: a “Tourinhos”, recheada com charque na manteiga da terra com queijo de manteiga, e a “Ponta Negra”, de carne moída com cheddar e bacon.

O segmento de massas foi totalmente reformulado pela chef Gláucia, que pôs mais diversidade e refinamento nos sabores. Agora há pra escolher espaguete, penne, farfalle e fettuccine, em variações com camarão ao alho poró com parmesão, camarão ao pesto, mix de polvo, camarão e lula, filé ao molho gorgonzola, e o trio de cogumelos e tomate seco. “O nosso cliente sentiu o upgrade que houve nas massas e passou a pedir bem mais”, afirma Ellen.

Apesar de menos “baladeiro”, o Curva do Vento ainda segue com sua música ao vivo de quarta a sábado, das 21 às 00h, sempre numa discreta voz e violão ao som de reggae e MPB. Quem desejar um clima mais festeiro, pode ir à filial temporária da casa em Pirangi, que já está por lá desde dezembro e vai ficar até o carnaval, abrindo sempre de sexta a domingo. O cardápio é o mesmo – incluindo as novidades.

Serviço:
Curva do Vento Pizzaria e Batataria. R. Dr. Manoel A.B. de Araújo, 396, Ponta Negra. Abre diariamente, a partir das 18h. Tel.: 2010-4749.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários