Débito FIES

Publicação: 2020-10-23 00:00:00
Rosalie Arruda 
rosaliearruda@uol.com.br

O Ministério da Educação vai dar uma colher de chá aos devedores do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para regularizarem seus débitos. Os contratos concedidos até o segundo semestre de 2017, vencidos e não pagos até a data de 10 de julho de 2020, poderão ser refinanciados.  O pagamento pode ser em parcela única, com redução de encargos até 100%, ou em até 175 meses. A adesão se dará por meio de solicitação junto ao agente financeiro.

Debate em Natal 
Neste primeiro turno das eleições em Natal, não deve haver mais debates na TV. A Intertv, pelo menos, já confirmou que não fará o seu, em reunião ontem com assessores dos candidatos. Mas, abriu possibilidade para o debate no segundo turno - se houver - na data de 27 de novembro.  Dois dias antes da eventual segunda rodada do pleito eleitoral. 

Câmara Federal
Está difícil qualquer projeto entrar na pauta de discussão da Câmara Federal. As sessões, uma por semana, mesmo assim de forma virtual, não estão acontecendo por falta de quórum. Os senhores deputados têm mais o que fazer nas campanhas eleitorais país afora do que discutir e propor soluções para os “quiproquós” da nação. A próxima sessão da Câmara está agendada para terça-feira (27).

Briga de titãs 
E ninguém sabe como vai ser a votação do orçamento 2021 do Governo Federal. Uma briga política entre o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Arthur Lira (PP-AL) impede a instalação da comissão. Os dois querem indicar o presidente. 

Camarão e crédito 
O Ministério do Desenvolvimento Regional, através da linha de crédito FNE-Aquipesca concedida pelo Banco do Nordeste, ampliou de R$ 18 milhões para R$ 500 milhões os recursos disponíveis para os produtores de camarões da Região Nordeste. 

O Rio Grande do Norte é o principal produtor de camarão do País, responsável por 43,2% do total, de acordo com a pesquisa Produção da Pecuária Municipal (PPM) divulgada em setembro de 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Passageiros ...
O Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, bateu a marca de mais de um milhão de passageiros domésticos pela primeira vez desde março.  Os números aliviaram o mercado turístico que aposta na recuperação da malha aérea brasileira. 
... destinos ...

De olho na retomada do mercado turístico, a governadora Fátima Bezerra fez esta semana um tour pelas maiores companhias áreas do país, em São Paulo, em busca de respostas para o turismo potiguar.  Durante as reuniões, as empresas TAP, Gol e Latam afirmaram a “disposição” de futuramente ampliar a malha aérea para o RN.

...e voos 
A Gol prometeu o aumento das conexões em pelo menos 50%.  A Latam também assegurou mais voos até o fim do ano. Já a portuguesa TAP, que faz a conexão entre Natal e Lisboa-POR, espera por dias melhores na Europa sem coronavírus. 

Fernando de Noronha
Nem bem a retomada de voos foi autorizada para a ilha de Fernando de Noronha, casos de Covid-19 voltaram a ser notificados no arquipélago. Ontem, um funcionário de uma empresa de mergulho apresentou insuficiência respiratória aguda grave e precisou ser internado em hospital de Recife, e intubado. Um exame confirmatório para a doença está sendo aguardado.

Feira da Casa 
O Diário Eletrônico da Assembleia Legislativa traz a feira do parlamento com a adesão ao registro de preços para alguns itens curiosos e de pouca relevância para o desenvolvimento dos trabalhos legislativos. Bombons sortidos Lacta; Bala dura sabor hortelã e sabor caramelo, da Sam’s e Embaré; além de poupa de frutas dos mais variados sabores.

Suco de frutas 
A propósito, o suco de frutas da Casa Legislativa Potiguar é deliciosíssimo e disputado pelos visitantes das sessões parlamentares.  Né isso, Guedes?

Diplomatas 
A turma de Diplomatas formada ontem (22) pelo Instituto Rio Branco, recebeu o nome de João Cabral de Melo Neto em homenagem ao poeta e diplomata pernambucano.  Entre os formandos, o jornalista natalense Pedro Vale de Arruda Câmara, filho da também jornalista Ana Luiza Câmara e do cardiologista Lauro Arruda Câmara. 

Casais homoafetivos
Os cartórios brasileiros já celebraram 127.217 uniões civis entre casais homoafetivos até setembro deste ano.  Os dados são da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR).








Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.