Da dança ao lazer sem perder o compasso

Publicação: 2018-02-09 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O bailarino, professor e coreógrafo Silvano Jefferson acredita que foi o primeiro rei  “fitness” do carnaval potiguar,  ainda em 2009, quando recebeu seu primeiro título em Parnamirim. Ele continuou na trajetória carnavalesca em 2011 e 2014, e foi consagrado em 2018 como o rei do carnaval multicultural da capital. A paixão pela dança vem desde criança, até que se profissionalizou a partir de 2003, ao ingressar na Escola de Dança de Roosevelt Pimenta. Formado em Educação Artística na UFRN, atua como professor e agora também, mais do que nunca, como figura de frente do carnaval potiguar.

Silvano Jefferson, Rei do Carnaval de Natal 2018
Silvano Jefferson, Rei do Carnaval de Natal 2018

Fora das salas de aulas e dos terreiros do samba, Silvano curte praias e bares ensolarados. Sem perder o compasso jamais. “Para mim, os bairros da Cidade Alta e Ribeira são lugares fantásticos, a magia da boemia potiguar corre  solta nesses espaços. Curto bastante o Bardallos, lá tem um arrumadinho maravilhoso! O Buraco da Catita é outro espaço agradável com muito samba e chorinho. O Beco da Lama é outro lugar que indico, amei provar a meladinha. Por trabalhar em Tibau do Sul, acabei me aproximando mais da Praia da Pipa, que por sinal é bastante cosmopolita, os ritmos, a culinária, as danças, as belas paisagens naturais. Sou fascinado!

Sempre que posso vou almoçar no Restaurante Sal da Terra, os pratos são maravilhosos, o atendimento é excelente e os preços são bastantes acessíveis, lá, adoro a posta de peixe com batatas ao murro. Uma delícia. E se estou afim de ficar à beira mar no fim da tarde vou contemplar o pôr-do-sol no decky do Bar Orishas, lá se tem uma visão privilegiada. À noite, um dos lugares que gosto muito de ir para dançar é o Àgora Lounge, a cada dia um ritmo diferente. Amo o forró aos domingos.

Quando estou em casa adoro ver séries e filmes. Posso indicar um que vi recentemente, 'Macho', que narra a história de um estilista que se passa por gay por achar que assim seria melhor recebido no mundo da moda. Durante o filme você dará muitas risadas, mas também  refletirá sobre as relações humanas, sobre estereótipos e rótulos. É um filme leve e ao mesmo tempo inquietante. Também indico 'Flores Raras' e 'Preciosa', ambos são emocionantes. Na hora da leitura, vale a pena se debruçar nos escritos de Clarisse Lispector. A minha dica é o livro' Todos os Contos'.

Dupla carnavalesca vai dançar bastante no Carnaval 2018
Rainha e Rei do Carnaval exibem faixas juntos

O que mais sinto falta em Natal são os Teatros Sandoval Wanderley e o Teatro Alberto Maranhão. É muito triste perceber que teatros desse porte estão parados, a cena artístico-cultural perde muito com isso. No palco desses teatros, passaram renomados artistas, é imprescindível reavivarmos a memória e resgatarmos esses espaços de difusão cultural. Será um ganho para toda a sociedade potiguar, artista, comunidade empresários, etc.”


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários