Daimler se junta à Geely para o desenvolvimento de motores

Publicação: 2020-11-22 00:00:00
A Geely e a Daimler anunciaram o desenvolvimento de uma nova geração de motores modulares a combustão que serão utilizados em carros híbridos. A aliança rende à Geely participação de 9,7% nas ações da dona da Mercedes-Benz.

Segundo à Daimler, as empresas planejam desenvolver um motor modular altamente eficiente, destinado ao uso em carros híbridos produzidos tanto na Alemanha quanto na China. A maioria, porém, será feita no País asiático, o que causou revolta do conselho de trabalhadores da fábrica da Daimler, em Untertürkheim (Alemanha), que se especializa na produção de motores.

À imprensa internacional, o chefe do conselho de trabalhadores da planta alemã, Michael Haeberle, afirmou: “Estamos sem palavras. Temos a capacidade para construir motores de quatro cilindros em Untertuerkheim, mas não houve sequer uma discussão sobre possíveis locais de produção alternativos”.

Em resposta, a Daimler AG se limitou a afirmar que as fábricas da Alemanha sofrerão adaptações graduais para a produção de motores eletrificados. A Geely, todavia, não comentou o caso até o momento.

Segundo informações, os novos motores serão usados em carros Mercedes desenvolvidos com base na nova plataforma MMA (Mercedes Modular Architecture). Apesar de pensada para carros elétricos, a plataforma contará com espaço para motor a combustão que poderá servir como uma espécie de extensor de autonomia ou mesmo equipar carros híbridos. Motores chegarão em 2024.