Dasaev brilha e leva Globo à Série C

Publicação: 2017-08-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Deus escreve certo por linhas tortas, esse é o ditado que pode descrever melhor o acesso do Globo para Série C de 2018 com a vitória por 3 a 2, nos pênaltis, sobre a URT. No tempo normal a equipe potiguar venceu por 1 a 0 e devolveu o placar da derrota em Minas. O grande herói do jogo acabou sendo o goleiro Dasaev, que entrou no lugar do titular Rafael logo no princípio da partida, e defendeu dois pênaltis. Com o resultado o time de Ceará-Mirim conquistou um feito inédito e agora está garantido na semifinal da Série B. O Tricolor superou o América e passou a ter a melhor campanha da competição.

Goleiro defendeu dois pênaltis e deu o acesso do Globo FC à Série C
Goleiro Dasaev defende pênalti cobrado por Marques e garante a vitória e o acesso do Globo

A torcida compareceu animada, empurrou a equipe, mas como estava em jogo uma classificação para Serie C, tanto para o Globo quanto para a URT, a partida se mostrou bem equilibrada em seu princípio. Neste período pouca coisa foi feita dentro de campo, a não ser a substituição do goleiro Rafael, contundido, que deixou o campo chorando para dar lugar a Dasaev, no Globo.

A situação só começou a ficar franca mesmo depois da metade da etapa inicial, quando num contra-ataque rápido, quase a URT consegue abrir o placar num chute de Douglas Skilo, que acertou o travessão.O susto alertou os potiguares de que não poderiam cochilar na marcação ao adversário. Bem distribuídos em campo, os mineiros jogavam com inteligência, tocavam a bola e aguardavam o tempo certo para explorar as deficiências apresentadas pelo Globo.

Prova disso é que Rafael Oller também teve uma boa chance de complicar ainda mais a situação do clube de Ceará-Mirim, quando após outra boa trama de ataque da URT, ele recebeu a bola de frente para o goleiro potiguar, mas desperdiçou a chance batendo por cima. Depois Douglas tentou de fora da área e Dasaev se esticou todo para defender.

Demonstrando nervosismo,  o Globo só teve uma oportunidade de gol, quando Renatinho, numa jogada individual, se livrou da marcação, entrou na área e bateu para defesa de Juninho. Muito pouco para quem entrou em campo com a necessidade de superar o adversário por dois gols de diferença para conquistar a classificação de forma direta.

Com apenas 45 minutos para definir sua sorte no Brasileirão, o Globo voltou mais disposto para o segundo tempo, assustando com chutes de fora da área e encaixando melhor as jogadas ofensivas. Com a nova postura do time potiguar, os jogadores da URT passaram a apelar para as faltas, mas como para todo abuso existe um castigo, aos 21 minutos, Renantinho Carioca cobrou forte, sem chance para o goleiro Juninho, fazendo o gol do Globo.

Depois disso, ficou difícil entrar na área. As duas equipes tinham dificuldades para romper os bloqueios defensivos e a partida foi disputada mais de intermediária a intermediária. Com isso a decisão foi se encaminhando para decisão nos pênaltis.

Nas penalidades Romarinho iniciou colocando o Globo em vantagem, Thiago Brito deixou tudo igual para URT. Depois Reinaldo converteu para os potiguares, ai começou a série de erros. Felipe Alves, herói do jogo anterior, desperdiçou sua cobrança. Depois foi a vez de Renatinho Carioca bater e acertar a trave, mantendo a diferença em 2 a 1, Fábio Alves bateu e começou a brilhar a estrela de Dasaev, que defendeu. Renatinho cobrou mal e o goleiro Juninho também defendeu. Na sequência Thiago marcou e deixou tudo igual, aumentando o clima de expectativa. Mas Deus estava aguardando para operar e interceder para o lado do Globo, Denis, converteu sua cobrança para os ceará-mirinenses e Dasaev garantiu a conquista da vaga na Série C com uma defesa sensacional na cobrança de Marques, fazendo a torcida explodir.

Ficha técnica
Globo 1(3)
URT   0(2)

Globo Rafael (Dasaev), Geovane, Jamerson, Negretti, Renatinho Carioca; Reinaldo, Thiago Lima (Eduardinho), Erick, Renatinho Potiguar; Romarinho, Denis. Técnico: Luizinho Lopes.
URT Juninho; Rafael Ferro, Diego Borges, Sallinas, Fábio Alves; Leandro, Jean, Marquinhos (Tiago Brito); Douglas Iskilo (Marques), Rafael Oller (Marielson) e Felipe Alves. Técnico: Rodrigo Santana.
Local: Estádio Barrettão
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Gol: Renatinho Carioca/GLO (21'/2ºT)

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários