Defesa Civil descarta necessidade de nova intervenção emergencial no açude São Miguel II

Publicação: 2019-04-28 14:29:00 | Comentários: 0
A+ A-
O nível de segurança do açude São Miguel II, que fica no limite entre as cidades de Fernando Pedroza e Angicos, região Central do Rio Grande do Norte, é considerado positivo pela Defesa Civil do Estado neste domingo, 28. Segundo o coordenador do órgão, o tenente-coronel Marcos Carvalho, um canal para o escoamento da água do reservatório foi aberto para diminuir a vazão do sangradouro. Há uma semana, o reservatório estava com risco de ruptura da parede, o que poderia provocar enxurradas na região.

Defesa Civil do estado e nacional vêm fazendo inspeção nos locais atingidos e monitorando áreas em Santana do Matos, para orientar população

A barragem continua monitorada pela Defesa Civil do Estado. A última inspeção foi realizada nesse sábado, 27, para reavaliar a necessidade de novas intervenções no local. Entretanto, segundo Carvalho, não foi encontrada nenhuma situação que apontasse para a realização de medidas emergenciais. "Também não tivemos registros de quaisquer transtornos após a intervenção na população abaixo da barragem", completou.

O objetivo da intervenção é que o volume da barragem diminua 80 centímetros da laminha d'água, sendo um patamar de segurança estabelecido pelos engenheiros da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). Quando o nível d'água for atingido, outros açudes receberão intervenções semelhantes. O açude Vavá II, que também corria risco de rompimento, está sendo monitorado e a necessidade de intervir está sendo avaliada pela Defesa Civil.



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários