Cookie Consent
Natal
Defesa Civil monitora possíveis danos por conta das chuvas em Natal
Publicado: 00:01:00 - 30/06/2022 Atualizado: 21:44:03 - 29/06/2022
A Defesa Civil de Natal está trabalhando com duas equipes de prontidão, além do plantão, para monitorar eventuais danos provocados pro chuvas na capital potiguar. A medida se dá em virtude de um alerta de chuvas emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), com possibilidade de chuvas entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. O aviso tem vigência até às 10h da manhã desta quinta-feira (30).

Adriano Abreu
Chuvas que caíram nesta quarta-feira em Natal causaram alagamentos pela cidade. Foram registrados problemas de trânsito

Chuvas que caíram nesta quarta-feira em Natal causaram alagamentos pela cidade. Foram registrados problemas de trânsito


A atenção da Defesa Civil se volta a desabamentos de imóveis e às áreas de encosta e lagoas de captação. A reportagem da TRIBUNA DO NORTE tentou contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura para saber situação de áreas de risco, mas não obteve respostas.

Nas fortes chuvas da manhã dessa quarta-feira (29), dois casos foram registrados pela Defesa Civil. Um pequeno muro, de uma casa que já estava interditada, desabou na comunidade do Jacó, nas Rocas, e outros imóveis também tiveram de ser interditados pelo órgão. O outro registro, de menor grau, foi feito em uma loja no bairro da Ribeira, sendo resolvido junto com o dono do estabelecimento.

O aviso de chuvas do qual engloba a capital também lista outras 37 cidades da região Leste potiguar. O alerta é de legenda laranja, o que representa o grau de severidade intermediário na escala de perigo potencial. Simultaneamente, outro aviso foi publicado pelo Inmet, com mesma vigência, abragendo 69 municípios potiguares [veja no fim da matéria]. Esse é de legenda amarela, a de menor grau de severidade, e alerta para chuvas entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Nessas áreas, há baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em locais com tais áreas de risco. Esse segundo aviso tem alcance a cidades das regiões Agreste, Central, Leste e Oeste do Rio Grande do Norte, incluindo áreas de municípios listados no outro alerta do Inmet.

Em caso de danos provocados pelas chuvas, a Defesa Civil pode ser acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no número 190.

Como recomendação em casos de temporal, o Inmet instruí a população que se evite enfrentar mau tempo, observe alteração nas encostas e , se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia durante as chuvas. Em caso de situação de inundação, ou similar, deve-se proteger seus pertences da água envoltos em sacos plásticos.

Chuvas
As cidades listadas no aviso do Inmet devem registrar chuvas até o fim de semana, de acordo com o o chefe da unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), Gilmar Bristot.

"Os sistemas meteorológicos  de leste, que se formam no oceano e atingem o litoral, devem continuar até o final de semana principalmente na faixa litorânea potiguar", disse o meteorologista.

De acordo com a Emparn, o mês de junho vem registrando bons volumes de chuvas em todas as regiões do Rio Grande do Norte. Dos 167 municípios, 129 apresentaram volumes de chuva de normal a acima do normal.

Alagamentos
As chuvas que ocorrem em Natal nesta quarta-feira (29) deixaram pontos de alagamentos na cidade.  Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), houve registros de alagamentos transitáveis em todas as regiões de Natal. 

Um ponto já conhecido e problemático em dia de chuva é na Avenida Felizardo Moura, após a Compal, sentido urbana. Assim como no cruzamento da Av. Prudente de Morais com a Nascimento de Castro. Como também na na rua Ceará, entre a av Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, Cidade da Esperança, ao lado da lagoa de captação.

Outro ponto destacado pela Secretaria é na Avenida Nevaldo Rocha, em frente a SEMTAS, sentido Zona Norte. O fluxo de veículos está transitável na Avenida Romualdo Galvão, entre a Av. Nevaldo Rocha e Antônio Basílio, sentido Arena das Dunas. O mesmo problema ocorreu no cruzamento da Interventor Mário Câmara com a Lima e Silva.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte