Definido esquema de segurança para o Carnatal

Publicação: 2014-12-03 00:00:00
A+ A-
Um efetivo de 400 policiais militares, divididos na parte interna e externa da Arena das Dunas, vai trabalhar nos quatro dias de Carnatal para garantir a segurança durante o evento, de amanhã até domingo.

A quantidade de PMs é cerca de metade do que foi necessário em 2012, na última micareta realizada pela Destaque no local. Naquele ano, o estádio construído para a Copa do Mundo ainda estava em obras e não havia a estrutura arquitetônica de hoje, que por si só já oferece segurança.
Vistoria realizada ontem pelo Crea, Corpo de Bombeiros e MP, apontaram mais alguns ajustes a serem feitos na parte de montagem da estrutura
Essa foi a explicação do responsável pela operação da PM no Carnatal, major Túlio César Alves de Oliveira, para a diminuição do número de policiais militares na festa.

O esquema de segurança para a edição deste ano foi apresentado ontem à tarde, no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp-RN), pelo secretário de Segurança do Estado, Eliéser Girão Monteiro, e representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil, Polícia Militar (PM/RN), Corpo de Bombeiros Militar (CBM/RN), Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e da 65º Promotoria de Justiça da Comarca de Natal, além da empresa organizadora do evento, a Destaque.    

“Como em 2012 o Carnatal aconteceu nas ruas, sem barreiras físicas, foram necessários muito mais homens. Já nesta edição é diferente. A estrutura arquitetônica  do estádio é, por si só, uma segurança”, diz César Alves de Oliveira, que explica como será a ação dos policiais.

“Vamos atuar com duas preocupações, que são o espaço interno, onde vai se desenvolver o Carnatal, e o espaço externo, onde a PM vai estar preocupada com a chegada e saída do grande público.

Ainda segundo ele, a PM vai utilizar a estrutura de controle e comando da Arena, que dispõe de mais de 70 câmeras e cobre todo o circuito do Carnatal.

Se o número de PMs vai ser menor do que em 2012, o de delegacias vai aumentar de uma para duas. De acordo com o diretor de Polícia da Grande Natal, Matias Laurentino dos Santos Filho, uma delegacia móvel, com dois delegados de polícia, dois escrivães e cinco agentes, vai funcionar na Prudente de Morais. A outra é a da Arena das Dunas, que contará com a mesma estrutura.

O trânsito do local será fiscalizado pela STTU nas avenidas localizadas nos arredores do evento e na BR 101 o patrulhamento e controle do tráfego será de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal.    

Segundo o chefe de fiscalização de trânsito da STTU, Carlos Eugênio, na quinta-feira, a partir das 16h, vários acessos à Arena das Dunas vão ser fechados, como a Romualdo Galvão, a Lima e Silva e a Norton Chaves. Já a Prudente de Morais vai estar liberada nos dois sentidos. A frota de ônibus será aumentada e haverá oito pontos de táxis próximos da Arena.

VISTORIA
Faltando dois dias para o início do Carnatal, foi realizada ontem a  segunda fiscalização preventiva integrada na estrutura montada no entorno da Arena das Dunas, envolvendo Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, Crea e Corpo de Bombeiros. De acordo com coronel Carvalho, do Corpo de Bombeiros, algumas irregularidades ainda foram identificadas.

As irregularidades mais comuns constadas ontem referiam-se  a pontos necessários para a finalização da montagem da estrutura como escadas, rodas,  extintores de incêndio, iluminação de emergência e corrimão, que ainda não estão em seus devidos lugares. Já a coordenadora geral do evento, Iraci Azevedo explicou que as finalizações começarão a ser feitas a partir de hoje (03). Ela explica que os alinhamentos finais ficaram para os últimos dias por questões de segurança. “As irregularidades que nos foram passadas em vistorias anteriores já foram corrigidas”, disse.

A terceira e última vistoria está prevista para amanhã (4) – dia que começa o Carnatal – e abrangerá também os trios elétricos que participarão da festa durante os quatro dias de evento. A liberação final por parte do Corpo de Bombeiros ainda não foi emitida, devido à falta de conclusão da vistoria no local e também devido à falta de apresentação do projeto estrutural por parte da empresa promotora do evento ao Corpo de Bombeiros.

Segundo o Coronel Marcos Carvalho, um relatório foi encaminhado para organização do evento e ao Ministério Público do RN informando que  até sexta-feira (28), a festa não tinha projeto aprovado, o que prejudicava a vistoria.

Ambulantes
Os ambulantes que irão trabalhar durante o Carnatal ficarão em locais delimitados pela Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur) nas imediações da Arena das Dunas. Em reunião na manhã de ontem (2), ficou definido que o comércio ambulante ficará localizado nas ruas Morais Navarro, Padre João Damasceno e na alça de acesso da avenida Prudente de Morais para a avenida Lima e Silva.
O encontro para definir o ordenamento do comércio informal durante o Carnatal aconteceu na sede da Semsur, com a participação do Departamento de Concessões, Permissões e Autorizações da secretaria e da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano (STTU).

Durante os quatro dias de evento, a Semsur atuará na área a partir das 8h, com rondas ostensivas. Às 14h da quinta-feira (4), os ambulantes terão acesso liberado para a área interditada na alça de acesso da Prudente de Morais.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • natanelo10

    Não ficou claro quanto será orçado no emprego das tropas de segurança, pois quando se trata de deslocamento de tropas, simultaneamente há de se falar em finanças. Ex: as Forças Armadas quando sai para uma missão, ou seja combate à seca, tipo operação CARRO PIPA, existe todo um procedimento operacional, "O MILITAR RECEBE AJUDA DE CUSTO" antes de seguir na missão. Pergunto: Como será feito aqui? Quem paga? É o Estado? Recebe antes de seguir ou só no próximo restos à pagar?

  • ibso

    É lamentável a população pagar os salários dos servidores da segurança pública e ficar a mercê da bandidagem, enquanto a Destaque, empresa privada que organiza um carnaval fora de época e enche seus cofres com lucros exorbitantes, tenha ao seu dispor grande contingente de policiais que deveriam sim., estar a serviço da população. É digno de repúdio por todos tal medida, visto que a criminalidade só aumenta e os contingentes policiais são insuficientes. Assim é brincar de segurança pública, senhores.