Natal
Dengue: número de agentes será ampliado temporariamente
Publicado: 10:04:00 - 08/04/2011 Atualizado: 10:37:32 - 08/04/2011
Thiago Trindade disse que centrais deverão ser instaladas já na semana que vemWagner Lopes - Repórter

A Secretaria Municipal de Saúde deverá concluir na próxima terça-feira (12) todo o detalhamento de execução das ações do Plano de Contingência de Combate à Dengue, colocado em prática a partir da decretação de estado de emergência em Natal, quarta-feira passada, em decorrência do aumento da epidemia da doença.

Uma das ações já estudadas pela SMS é a ampliação do número de agentes. Ainda não há um dado definido, porém se pensa em algo próximo de 150 novos profissionais, contratados temporariamente. “E iremos oferecer ainda uma requalificação para os 320 agentes que já estão atuando em campo”, reforçou o secretário Thiago Trindade.

Ele explicou que recebeu a visita de um oficial do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, com quem a equipe da SMS se reuniu na noite de ontem e visitou algumas unidades de saúde, onde poderão ser instaladas as tendas de combate à dengue, tratadas agora como Centros de Hidratação. “Ele está trazendo ideias que podem ser implementadas em Natal”.

Uma delas inclui a orientação para a população utilizar borra de café como larvicida natural e outra a campanha “10 minutos contra a dengue”, que prevê a reserva desse curto espaço de tempo, pelo menos uma vez por semana, para os cidadãos praticarem ações efetivas de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti. “Nossa linha de ação será ousada. Os resultados serão satisfatórios, salvo, é claro, um ou outro caso fortuito”, garantiu.

Leia Mais

Em relação às exigências dos agentes de endemias, que reivindicam gratificação de R$ 375, mais vale alimentação de R$ 15 por dia, para trocarem a carga horária de seis horas por outra de oito horas, ele disse que não há hoje possibilidade de pagamento da gratificação, mas não descartou possíveis incentivos financeiros, pelo menos durante o período de estado de emergência.

O diretor de Promoção do Sindicato dos Agentes de Saúde (Sidas), Carlos Alexandre dos Santos, confirmou que o indicativo de greve continua vigorando e a paralisação pode ser deflagrada, se não houver avanços na reunião com a SMS, na próxima terça-feira.

Thiago Trindade voltou a admitir a contratação de uma organização social, que poderia ficar responsável pela organização de parte das atividades do plano de contingência. Segundo ele, porém, é importante deixar claro que essa possível contratação não irá significar substituição, ou qualquer prejuízo para os servidores atuais. “Não vai implicar em substituição de pessoal”, garantiu.

Centros
A partir das visitas realizadas na noite de ontem, a equipe técnica da SMS já confirmou a instalação de centros de hidratação em locais como o Centro de Referência Sandra Celeste, em Lagoa Nova; e no posto de saúde de Mãe Luiza. Devido a dificuldades com relação ao grande fluxo de pessoas no Hospital dos Pescadores, nas Rocas, outros locais próximos já estão sendo avaliados para receber a central. As visitas continuam hoje.

O secretário de Saúde explicou que a nomenclatura da ação foi mudada porque, na verdade, as tendas contra a dengue se referem ao estilo de estrutura montada em locais como o Rio de Janeiro, que se assemelhavam a hospitais de campanha. Em Natal, as centrais de hidratação vão funcionar como “unidades dentro de unidades”, para onde os pacientes vão se encaminhar após serem atendidos pelos médicos da rede.

“Ao invés de irem para casa, onde geralmente eles tomam os remédios, mas nem sempre se preocupam com a hidratação, eles agora vão direto para a central, onde o paciente receberá o soro, os medicamentos, e os acompanhantes terão toda a orientação necessária”, explica Thiago Trindade.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte