Depen e Polícia Civil do Rio Grande do Norte adiam aplicação de provas

Publicação: 2021-02-24 00:00:00
As provas do concurso Depen foram oficialmente suspensas. O cancelamento da etapa foi confirmado nesta terça-feira (23) em comunicado, expedido pela diretora-geral do órgão, Tânia Maria Matos.

Créditos: Adriano Abreu

Já havia especulações sobre a suspensão desde a segunda-feira (22), quando circularam informações sobre o possível cancelamento, já que outros concursos optaram por suspender a aplicação das provas objetivas em razão do agravamento de casos da Covid-19 nos Estados. Além disso, os locais de prova já deveriam ter sido divulgado, o que aumentou o questionamento sobre a aplicação das avaliações.

O edital do concurso para efetivos oferta 309 vagas, sendo 294 vagas para o cargo de Agente Federal de Execução Penal, de nível médio, e 15 vagas para Especialista Federal em Assistência à Execução Penal, de nível superior. Estima-se que os concursos para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal também sofram adiamentos pela mesma razão.

Polícia Civil
A Comissão Especial do Concurso Público da Polícia Civil decidiu na segunda-feira (22) adiar as provas do concurso que aconteceriam nos dias 07 e 14 de março. 

"A PCRN informa que, após reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira (22), a Comissão Especial do Concurso Público da Polícia Civil decidiu por unanimidade pelo adiamento das provas, aprazadas para os dias 07 e 14 de março, em face do agravamento dos indicadores da pandemia, conforme dados estatísticos e análise por parte do Comitê de Especialistas da SESAP. A Comissão continuará vigilante e atenta à mudança dos fatos ensejadores da decisão atual, para que, tão logo a situação da pandemia seja estabilizada no estado, o processo seletivo tenha prosseguimento, o qual é do total interesse da Polícia Civil", destaca a nota da PCRN. 









Leia também: