Depoimentos da operação Manus são retomados nesta quarta-feira

Publicação: 2018-05-16 10:22:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Justiça Federal no Rio Grande do Norte retomou os depoimentos das testemunhas de defesa do processo da Operação Manus, como ficou conhecida a investigação que aponta, supostamente, para um esquema de propina na obra do estádio Arena das Dunas, em Natal.
Depoimentos ocorrem na Justiça Federal
Depoimentos ocorrem na Justiça Federal (foto: Aura Mazda)

No total serão ouvidas 25 pessoas nessa etapa. Nesta quarta-feira os depoimentos serão iniciados a partir das 9h. A primeira a ser ouvida foi Joselena de Carvalho Freitas, que foi arrolada como testemunha de Arturo Arruda.

Os depoimentos ocorrerão nos dias 16, 17 e 18 e nos dias 22, 23 e 24, sempre iniciando às 9h. O juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, titular da 14ª Vara, é quem está ouvindo os depoimentos

As defesas de alguns réus incluíram testemunhas que têm, por prerrogativa legal, o direito de responderem aos questionamentos por escrito. Nesses casos, as perguntas de todas as partes  já foram encaminhadas e serão enviadas nesta semana, por ofício, às testemunhas, para resposta no prazo de 30 dias.

A audiência foi encerrada por volta de 12h30. No total, seis pessoas foram ouvidas na manhã desta quarta-feira. Os depoimentos serão retomados amanhã, a partir das 9h. 

Até o momento, foram ouvidos a gerente geral do Banco Safra no RN, Joselena de Carvalho Freitas, convocada pela defesa do publicitário Arturo Arruda e o empresário Ênio Sinedino de Oliveira, chamado pelas defesas do ex-ministro Henrique Eduardo Alves e Arturo Arruda. Também foram ouvidos o engenheiro civil e ex-secretário da Copa do Mundo no Rio Grande do Norte, Demétrio Torres, o vendedor Geraldo Luiz de Holanda Oliveira, e o engenheiro Carlos Ivan Melo e Giovanni Sérgio do Rêgo, arrolados pela defesa de Henrique Alves. 

Matéria atualizada às 14h53. 

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários