Desgaste negado

Publicação: 2020-01-21 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, negou que o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, tenha se desgastado, após chegar ao auge como um dos principais articuladores da reforma previdenciária. Segundo reportagem publicada na edição de domingo do jornal O Estado de São Paulo, Rogério Marinho enfrentaria um momento de isolamento político por erro na condução do programa Verde Amarelo. “Com todo respeito aos repórteres do Estadão, discordo da análise. Rogério Marinho  tem colaborado de forma decisiva na aprovação de matérias fundamentais para o futuro do nosso Brasil”, afirmou Rodrigo Maia.

Confiança da Câmara
Ao questionar a reportagem do Jornal O Estado de São Paulo que apontou um possível isolamento do secretário de Previdência e Trabalho, Rodrigo Maia destacou também que Rogério Marinho continua tendo “total confiança da Câmara para a construção da nossa pauta por meio do diálogo”.

“Principalmente, continuamos contando com ele no ano de 2020. A participação do Rogério Marinho será fundamental para a aprovação de projetos de interesse do governo”, destacou Rodrigo Maia. 

Campanha pulverizada
A eleição para prefeito em Natal deve ter um número expressivo de candidatos. Além do prefeito Álvaro Dias (MDB) que tende a concorrer à reeleição, a governadora já confirmou que o PT vai lançar candidatura própria, embora o nome do partido ainda não esteja definido. O PSB recebeu a adesão de Hermano Morais com o compromisso para disputar a Prefeitura. O deputado Kelps Lima (Solidariedade) há alguma tempo admite publicamente a intenção de se candidatar. Também estão com pré-candidaturas confirmadas Fernando Pinto, do Novo, e Carlos Alberto, do Partido Verde. O deputado Sandro Pimentel também tem intenção de concorrer, mais ainda depende do aval do PSOL, partido ao qual é filiado. O PSL pode escolher um candidato, além do Aliança pelo Brasil, se conseguir o registro em tempo hábil para as eleições deste ano, além de diversas outras siglas partidárias.

Aliança e candidatura proporcional
A tendência hoje é favorável ao apoio do ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT) para a candidatura à reeleição de Álvaro Dias (MDB), avaliam os que estão atentos às conversas deste verão. Também afirmam que o ex-prefeito está cada vez mais propenso a se candidatar à Câmara Municipal.

Transmissão ao vivo
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) anunciou que vai transmitir ao vivo suas sessões plenárias. A primeira transmissão deve começar às 14 horas de hoje, pelo Youtube, com a retomada dos julgamentos dos processos eleitorais. Para a sessão, está pautado apenas um processo, que trata da prestação de contas da campanha  PT nas eleições de 2018. A relatora é a juíza Adriana Magalhães Ferreira. A transmissão será possível graças a aquisição de novos sistemas de gravação adquiridos pelo TRE. “Os investimentos em tecnologia fazem parte do Plano de Gestão que estabelecemos assim que chegamos ao TRE-RN. Em um ano de eleições, os esforços para proporcionar maior transparência aos julgamentos desta instituição é importante para aperfeiçoar o relacionamento entre a Justiça Eleitoral e a sociedade, além de contribuir para a  formação de um novo eleitor, mais informado e mais consciente”, disse o presidente da Corte, desembargador Glauber Rêgo.

Endereço eletrônico
Para assistir as sessões ao vivo do TRE-RN basta acessar o site: www.tre-rn.jus.br ou www.youtube.com/user/justicaeleitoralrn.

Fundo eleitoral
O Diário Oficial da União (DOU) publicou a Lei 13.978/2020, a Lei Orçamentária de 2020. O texto estima a receita da União para este ano em R$ 3,686 trilhões e fixa a despesa em igual valor. A lei foi sancionada sem vetos pelo presidente Jair Bolsonaro na sexta-feira.  Com isso, o Orçamento de 2020 prevê R$ 2 bilhões para o Fundo Eleitoral, para custear as campanhas dos candidatos nas eleições municipais de outubro.




Deixe seu comentário!

Comentários