Dia 5 de agosto é dedicado aos profissionais da Vigilância Sanitária

Publicação: 2020-08-05 00:00:00
A+ A-
Quando se fala sobre trabalhadores da saúde que estão na linda de frente do combate à pandemia da covid-19, logo se pensa nos médicos e enfermeiros que tratam os pacientes. No entanto, nos “bastidores”, profissionais da Vigilância Sanitária são fundamentais para dar suporte no tratamento aos infectados e assegurar a saúde de toda a sociedade. No Brasil, o 5 de agosto marca a comemoração do Dia Nacional da Vigilância Sanitária, e em 2020 a data tem mais destaque, devido à importância ainda maior do segmento.

Créditos: apucarana.pr.gov.brProfissionais da Vigilância Sanitária atuam na eliminação dos riscos à sociedade em áreas diversasProfissionais da Vigilância Sanitária atuam na eliminação dos riscos à sociedade em áreas diversas



O conceito de Vigilância Sanitária é definido pela Lei Orgânica da Saúde (Lei 8.080/90) como um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde. Ou seja, os profissionais da área atuam para garantir a procedência de praticamente tudo o que é consumido e utilizado pela sociedade, aplicando regras desde a produção do pão na padaria, até a qualidade de itens aplicados no combate à covid-19 como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medicamentos.

“O profissional de Vigilância Sanitária atua em ações que minimizem ou eliminem riscos que a população possa estar exposta. Esses riscos podem ser gerados pela produção de bens/produtos como a água mineral e o álcool em gel à 70%, ou por serviços como um hospital ou laboratório. Uma empresa regular perante a VISA (Vigilância Sanitária), com alvará sanitário e que segue as determinações legais, é uma forma segura da população saber se está consumindo um produto ou serviço de qualidade”, explica Ranyelle Dias, Auditora Fiscal da Vigilância Sanitária do Rio Grande do Norte.

O dia 5 de agosto foi escolhido como Dia Nacional da Vigilância Sanitária por coincidir com o nascimento de Oswaldo Cruz, médico e sanitarista histórico, conhecido como um dos pioneiros do segmento no Brasil. 

No Rio Grande do Norte, a Vigilância Sanitária se adaptou para atuar fortemente em diversos setores desde o início da pandemia. Os profissionais do Estado são responsáveis por inspecionar estabelecimentos como fábricas de álcool 70% e laboratórios de análises clínicas que realizam teste covid-19, além de fiscalizar todos os EPIs distribuídos aos hospitais. 

Outro papel importante desenvolvido por profissionais da Vigilância Sanitária é na análise e no aconselhamento durante o atual processo de retomada econômica. Os técnicos participam das reuniões e das decisões para retorno do turismo e do comércio, estando presentes também nas barreiras sanitárias como autoridades de orientação e fiscalização.

“A Vigilância Sanitária se viu envolvida desde o princípio no combate ao novo coronavírus pelos próprios decretos publicados pelos governos do Estado e dos municípios que colocavam a autoridade sanitária como responsável por manter as medidas necessárias para a segurança de todos.... Foi ainda mais perceptível nessa pandemia a importância da presença da  Vigilância Sanitária cotidianamente nos serviços e empresas para garantir a qualidade e segurança sanitária para todos”, ressalta Ranyelle Dias sobre a importância do trabalho durante a pandemia.