Dia de Arena

Publicação: 2019-06-30 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Itamar Ciríaco
itamar@tribunadonorte.com.br

O América entra em campo às 17h, na Arena das Dunas para mais  um passo rumo ao acesso. Jogando um outro campeonato, dentro do campeonato, o Alvirrubro sabe que nada se decide nestes primeiros 90 minutos contra a Jacuipense. No entanto, os comandados de Moacir Júnior também sabem que muito do que for feito hoje pode facilitar ou dificultar em relação ao segundo jogo, em Riachão do Jacuípe. O torcedor americano, então, precisa estar presente e agir como o 12º jogador.

Dia de Arena 1
O América hoje precisa pressionar, sem ceder espaços para surpresas. O time tem que atacar mas não pode deixar brechas para contra-ataques. O Central de Caruaru, quando venceu por 2 a 0, o primeiro jogo diante da Jacuipense, teve um comportamento nesse sentido. Foi uma vitória segura por 2 a 0, apesar de, na volta, ter permitido a reação dos baianos. Qualidade e capacidade para abrir uma boa vantagem o América tem, mas precisa ser inteligente.

Tecnologia
A tecnologia nos clubes de futebol é hoje um fator chave para os resultados dentro e fora de campo. Prevenção de lesões, relacionamento com os torcedores e monitoramento de atletas são alguns dos exemplos em que a tecnologia atua de forma positiva, trazendo resultados relevantes. De acordo com a Minsait, uma empresa Indra, a metodologia de big data aplicada ao esporte, chamada Sports Analytics, deve ganhar cada vez mais espaço no futuro. O potencial a ser explorado é gigantesco. Estudos apontam que em 2015, nas quatro melhores ligas de futebol no mundo, cada time perdeu em média US$ 12 milhões por causa de lesões de jogadores. De acordo com a Minsait, com a tecnologia, é possível auxiliar os técnicos e a equipe médica dos clubes com uma visão mais detalhada das condições físicas dos jogadores, e assim tomar decisões como por exemplo substituições que podem prevenir possíveis lesões.

Tecnologia 1
Hoje, a companhia aponta o uso de sensores embutidos nas camisas dos jogadores para rastrear seus movimentos durante a partida, além de relógios e pulseiras inteligentes que analisam em tempo real a fadiga, frequência cardíaca e outros dados como um passo inicial para o uso de tecnologia dentro de campo. Além do uso relacionado ao desempenho dos próprios atletas, a companhia aponta outros dois segmentos que podem obter benefícios a partir do uso de dados: a contratação de novos jogadores e a relação entre torcedores e times. No primeiro caso, esse tipo de análise pode indicar quais são os melhores atletas a serem observados, a partir das características desejadas, tendo assim, maior probabilidade de acerto nas contratações. 

Tecnologia 2
Já no segundo, tendo em vista que o Brasil é um dos países que mais usa as redes sociais, clubes podem coletar dados e analisar o comportamento e perfil dos torcedores nas diferentes plataformas, e assim desenvolver ações mais assertivas e otimizadas de comunicação, como promoções, vendas de ingressos ou mesmo artigos esportivos, aumentando consideravelmente suas receitas. 

Tecnologia 3
Para se ter uma ideia do universo a ser explorado a partir da análise de dados, a Minsait estimou que durante uma partida de futebol podem ser gerados mais de 8,5 milhões de dados que podem ser coletados com aplicações já existentes e que ajudam a se ter um controle detalhado focando no bem estar do atleta, considerando não somente a performance nas competições mas também na retenção e valorização do mesmo. A análise destas e de outras variáveis pode mostrar padrões ocultos que, à primeira vista, não são observados, porém com análises especificas e criteriosas esses dados são de grande valia – contribuindo assim para uma evolução exponencial do clube e do jogador.

Jiu-Jitsu
Os atletas que quiserem garantir a participação na 13ª edição do Nordeste Open de Jiu-Jitsu (NEOJJ) têm até o domingo (30) para se inscrever no site do evento - www.neojj.com.br. A competição está marcada para os dias 13 e 14 de julho, no ginásio do Sesi, em Natal, e já é considerada uma das cinco maiores do país. O pagamento da taxa pode ser feito por meio de boleto ou no cartão de crédito, com parcelamento em até 10 vezes. No site, também é possível conferir toda a programação e o regulamento completo.

Jiu-Jitsu 1
Com o crescimento da adesão das mulheres à prática do jiu-jitsu e do número de competidoras inscritas, o NEOJJ passa a partir desta edição a adotar a premiação igualitária para homens e mulheres, em todas as categorias, marcando mais um pioneirismo do evento com essa iniciativa de garantir premiações padronizadas, independente do gênero. Desde 2018 o NEOJJ conta com categoria Absoluto Geral Feminino, que já começou tendo premiação ampliada para incentivar a participação das mulheres na competição. A mudança, na época, atendeu a uma solicitação das próprias lutadoras, que já representavam 10% da quantidade total de participantes do evento.










continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários