Dia do artista plástico tem Ateliê a Céu aberto e semana no Deart

Publicação: 2019-05-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter

Há exatos 20 anos os artistas Pedro Pereira e João Natal resolveram instigar as coisas na capital potiguar. Aproveitaram que era o Dia do Artista Plástico (8 de maio) para promover um grande ateliê aberto, com telas e tintas disponíveis para uma turma de artistas passar um dia inteiro de produção. Dentre os participantes estavam  Vicente Vitoriano, Olavo Oliva, Marcelo Fernandes, Marcelus Bob, Reinaldo Azevedo e Eucir Filgueira. O ateliê resultou numa exposição montada semanas depois, onde o valor das obras vendidas foi doado à Casa de apoio a Criança com Câncer.

Maratona de pintura no Ateliê a Céu Aberto premia melhores trabalhos realizados ao vivo
Maratona de pintura no Ateliê a Céu Aberto premia melhores trabalhos realizados ao vivo

Depois dessa iniciativa o Dia do Artista Plástico passou a ser celebrado todos os anos em Natal, com programações promovidas de forma independentes e pelas fundações de cultura (estadual e municipal). Mas parece que as coisas não são as mesmas em 2019. A Fundação José Augusto, do Estado, que possui duas galerias em funcionamento, até o fechamento desta edição não divulgou nada para a data. O mesmo vale para  Fundação Capitania das Artes, do município, que não agendou nenhuma exposição para a Galeria Newton Navarro. A data não passará em branco no IFRN Cidade Alta e nem na UFRN.

Cidade Alta
No IFRN Cidade Alta acontece nesta quarta-feira (8) a 9ª edição do Ateliê à Céu Aberto – que não tem nada a ver com aquele de Pedro Pereira e João Natal. Neste ano, 86 artistas se inscreveram. Eles terão das 9h até às 17h para produzirem suas obras no local. O concurso tem parceria com o Instituto Amigos de Ruy Pereira e prevê premiação em dinheiro para os cinco primeiros lugares, respectivamente: R$ 1,2 mil; R$ 1 mil; R$ 800; R$ 600 e R$ 400. A programação é aberta ao público, com entrada gratuita.

Segundo o coordenador do Ateliê à Céu Aberto, o professor Fábio Duarte, este ano o concurso teve o dobro de inscritos em comparação com o ano passado. A maioria é de participantes que já estiveram em outras edições, mas a cada ano novos nomes aparecem.

Geralmente as obras criadas no concurso rendem uma exposição na sequência. No entanto, como a Galeria do IFRN Cidade Alta está em reforma (o piso foi atacado por cupins, segundo o Fábio Duarte), não há previsão de quando será montada uma mostra dos trabalhos após o evento.

O Ateliê à Céu Aberto deste ano teve uma novidade em sua programação: a categoria Artista Jovem, para pessoas de até 16 anos. “Achamos importante incluir crianças e adolescentes no concurso. Como pedagogicamente não é interessante promover a competição nessa idade, foi mais de abrir espaço para o talento desses jovens. A participação rende brindes”, explica Fábio Duarte.

A cada edição, número de inscritos é maior. Este ano, 86 artistas se inscreveram no Ateliê
A cada edição, número de inscritos é maior. Este ano, 86 artistas se inscreveram no Ateliê

Além do concurso em si, o evento também compreende outras atividades. Pela manhã serão promovidas duas oficinas gratuitas. Uma delas é a Oficina de Macramê, uma arte milenar da tecelagem à base de nós. A outra atividade é a oficina Curumim de Artes Visuais, destinada à crianças de 8 a 12 anos, com a proposta de apresentar a elas a pintura numa forma experimental. As oficinas começam vão das 9h às 12h e as inscrições podem ser feitas na hora.

Semana da UFRN
O Departamento de Artes da UFRN (Deart) promove até o dia 10 de maio a 9ª Semana de Artes Visuais. A programação conta com atividades nos três turnos e foi montada dentro do eixo discursivo “a função da arte nos dias de hoje”. Nesse sentido, serão abordadas questões de gênero, inclusão, meio-ambiente, patrimônio cultural-histórico e políticas públicas. A participação é gratuita e sujeita a lotação das salas.

Nesta quarta (8), está prevista a mesa redonda “Arte e Mercado”, das 9h às 12h, na Sala Q do Deart. À tarde, será a vez da mesa “Produção de jogos em Natal”, das 14h às 16h, na Sala R. Já na quinta-feira (9), será realizado o Cucaday, que traz questões críticas referentes ao universo dos Quadrinhos. Pela manhã, das 9h às 12h, será promovida na Sala Q a mesa redonda “Quando as HQs decidem falar de temas políticos e sociais”. Na sexta (10), o público poderá participar da palestra “Invenção e criação da Arte de Frans Post no Nordeste”, ministrada pelo pesquisador Heberton Severo, das 9h às 11h, na Sala 27.

Circuito de Sebos da Cidade Alta
O IFRN Cidade Alta vai iniciar em breve um levantamento de informações sobre os sebos do Centro Histórico de Natal. Segundo a coordenadora do projeto, a professora Patrícia Amaral, o trabalho visa identificar pontos na área que dialoguem com os eixos da memória e da cultura. E o objetivo será criar um roteiro temático, servindo dessa forma como mais uma ferramenta de atração de pessoas e negócios para o centro da cidade. O projeto também prevê a criação de um catálogo, onde se terá informações não apenas sobre os sebos, mas também antiquários, cafés, bares e outros espaços. “Dos sebos o foco não é nos que vendem livros didáticos. São nos de perfil cultural, que oferecem inclusive outras atividades”, diz a professora, que contará com a participação de alunos e servidores no projeto.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários