Diálogo institucional

Publicação: 2021-01-21 00:00:00
colunanotas@tribunadonorte.com.br

Os presidentes do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), Paulo Roberto Alves, e do Tribunal Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Vivaldo Pinheiro, ambos empossados neste mês de janeiro, reforçaram a disposição de manter a parceria institucional e a manutenção de projetos afins durante as respectivas gestões, eleitas para o biênio 2021-2022. Durante o encontro, realizado por meio de videoconferência, na manhã de ontem, por solicitação do presidente do TJRN, os presidentes apresentaram suas equipes de auxiliares e conversaram sobre o compromisso de manter abertos o diálogo e as parcerias administrativas entre as duas instituições. “O TJ sempre foi um parceiro importante. Vamos sempre estreitar os laços da melhor maneira possível”, afirmou o conselheiro Paulo Roberto, que preside o TCE pela terceira vez. “Estamos reforçando a gestão participativa com os demais poderes, sempre dispostos a manter a cordialidade institucional”, disse o desembargador Vivaldo Pinheiro, empossado no dia 7 de janeiro.

Transferência ao RN
Após o ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmar que o presidente Jair Bolsonaro é o “melhor governador do RN”, a Secretaria Especial de Comunicação do Ministério divulgou no twitter que o Rio Grande do Norte recebeu R$ 1,8 bilhão de reais no ano passado. “Foram bilhões de reais para salvar vidas, socorrer o estado e garantir a dignidade de milhões de potiguares”, disse o perfil do Twitter. 

Retorno da Justiça Eleitoral 
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) retomará, a partir de hoje, as sessões plenárias de julgamento e os prazos processuais, que estavam suspensos desde o dia 20 de dezembro de 2020. O retorno marca o início dos trabalhos a serem realizados pela corte eleitoral neste ano e acontece após o término do recesso. As sessões permanecem no formato remoto, em virtude da pandemia do novo coronavírus, e podem ser acompanhadas simultaneamente pelo canal oficial do TRE-RN no YouTube. Em janeiro, as sessões acontecem de segunda a quinta, a partir das 14h, e nas sextas, a partir das 9h. 

Posse no TRE-RN
A juíza Érika Paiva será empossada como nova juíza do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), para o biênio 2021-2023, na próxima segunda-feira (23). Na mesma ocasião, a juíza Ticiana Maria Delgado Nobre assume a vaga de suplente. A sessão solene de posse será virtual, com transmissão ao vivo no canal oficial do TRE-RN no YouTube (https://www.youtube.com/user/justicaeleitoralrn), a partir das 14h, e conduzida pelo presidente do TRE-RN, desembargador Gilson Barbosa.  

Alta hospitalar 
O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, divulgou ontem que recebeu alta após ficar internado no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo (SP) para tratamento ontra com a covid-19. "A vida é uma só e temos que lutar com todas as força para preservá-la. Prefiro pecar pelo excesso do que errar sem ao menos tentar. Hoje o sentimento é de gratidão”, destacou em uma publicação nas redes sociais.

Judicialização
O presidente do PDT, Carlos Lupi, e o deputado Mário Heringer (PDT-ES) pediram ontem a interferência do Supremo Tribunal Federal (STF) para que a votação no próximo dia 1º de fevereiro seja virtual para os deputados do grupo de risco da covid-19. Após pressão de apoiadores da candidatura de Arthur Lira (PP-AL), a Câmara decidiu na segunda-feira, 18, que a eleição para a sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) será em votação estritamente presencial. A decisão foi tomada em reunião da Mesa Diretora da Casa, com votos contrários de Maia e também de Heringer, que é médico e o relator da questão. Rodrigo Maia estudava a possibilidade de realizar um formato misto de eleição, liberando a votação virtual para o grupo de risco. Segundo ele, cerca de 2 mil servidores precisam ser mobilizados no dia.

Adesão do PTB 
O deputado Arthur Lira recebeu ontem o apoio formal do PTB e disse que a adesão do PSL à sua candidatura para presidente da Câmara "é fato consumado". Segundo o deputado, ele já tem maioria dentro do partido, que estava dividido e havia anunciado apoio a Baleia Rossi (MDB-SP). "Havia aquelas questões internas (no PSL) de suspensões, mas nós não concordamos com a decisão monocromática. Encontramos politicamente uma outra forma. Essa questão está resolvida", disse.