Esportes de Primeira - Itamar Ciríaco
Dias 'D'
Publicado: 00:00:00 - 16/10/2021 Atualizado: 21:28:58 - 15/10/2021
Itamar Ciríaco 
itamar@tribunadonorte.com.br

ABC e América encaram verdadeiros “Dias D” na vida dos clubes. O América enfrenta tudo e todos neste sábado em Campina Grande. Além de trabalhar o time em campo, o Alvirrubro tratou de tentar “esfriar” os ânimos da turma paraibana, exaltados após a confusão no hotel do Rubro-negro, em Natal. É certo que, na minha opinião, o problema do Alvirrubro é maior em campo, onde o time de Ranielle Ribeiro mostrou força vencendo em casa e empatando duas vez no RN. Mas, ainda assim, aposto minhas fichas no Alvirrubro de Natal. Individualmente o time de Renatinho Potiguar é melhor. Além disso, o técnico tem montado estratégias vencedoras quando atua fora de casa. Para isso vai contar com a volta de Wesley Smith e com Alvinho em melhores condições. Se puder estar com Felipe Guedes na saída de bola, a situação melhora ainda mais. No meio, Mazinho e Esquerdinha precisam fazer mais do que fizeram no jogo de Natal. Para isso precisam contar com as subidas dos alas quando o América tiver de posse de bola. Enfim, caminhos existem, basta trilhá-los.

Dias “D” 1
No caso do ABC, o otimismo que vem das arquibancadas não pode ser transformado em “salto alto”. O time do Caxias e o futebol gaúcho em si, são conhecidos por suas capacidades “copeiras”. Ou seja, em torneios com os famosos mata-matas a galera do Sul costuma saber lidar bem. O Alvinegro precisa ser inteligente, pressionar sem ser afobado. Vai contar com apoio na arquibancada. Os gritos de incentivo não podem parar e nem mudar de tom. A torcida precisa entender que os atletas em campo estão há quase dois anos sem saber o que é uma massa empurrando. Alguns, inclusive, nunca viveram a experiência de, vestindo a camisa Alvinegra, ter a Frasqueira em seu favor. Por outro lado, outros são bem experientes e precisam voltar a brilhar. Wallyson, Allan Dias e Welligton são peças chaves no quebra-cabela rumo ao acesso.

Desejo
Espero, na coluna da próxima terça-feira, comentar sobre as possibilidades que se abrem para ABC e América com o acesso. Eu e toda a equipe da Tribuna do Norte e Rádio Jovem Pan News Natal estaremos de plantão os dois dias. Vamos acompanhar tudo de perto e ao vivo para levar a emoção ao torcedor potiguar.

Paz
Que o jogo no estádio Amigão seja uma disputa da paz. Campinense e América têm tudo para fazer uma grande partida, com muita emoção e boa qualidade. 

Festa
Existe uma grande expectativa pela volta da Frasqueira ao seu estádio. O América já pôde contar com seus torcedores em duas oportunidades. Neste domingo (17) é a vez dos alvinegros redescobrirem o “gostinho” das arquibancadas.

E-Sports
Os E-Sports estão cada vez mais virando sensação, tendo números exorbitantes em transmissões via streaming e pré-pandemia em algumas competições chegavam a lotar estádios de futebol. Dentro dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) a modalidade foi inserida em 2016 e em 2020 em campeonato de forma remota chegaram a ter 4500 inscritos. No meio universitário a procura pelos jogos só cresce e isso impactou no número de modalidades que hoje são seis: Clash Royale, Counter Strike GO (CS GO), Free Fire, Futebol Eletrônico (FIFA), League of Legends (LoL) e Poker.

Kite
 A Vila do Preá, em Cruz (CE), marcou a reta final do 1º. Sertões Kitesurfe Rio Grande do Norte, rally de longa distância inédito na modalidade, que teve início em Touros (RN). Todos os que concluíram o desafio marcaram seus nomes num momento especial para o esporte. De forma ainda mais marcante os campeões que inauguram uma galeria que promete chegar longe, a julgar pelas impressões mais que positivas e pela satisfação com os cinco dias de aventura. Casos dos cariocas Reno Romeu e Marcela Witt, vencedores na Elite masculina e feminina. Campeão mundial e especialista no freestyle/big wave, o rider Reno entrou no espírito do rally - foi constante e conseguiu driblar o principal obstáculo: a falta de ventos no terceiro dos cinco dias. No último dia, procurou controlar os adversários. E acrescentou mais um título ao já impressionante currículo.

Centenário
A obra que está sendo realizada no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, para as finais da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana será finalizada por volta do dia 10 de novembro, de acordo com a Associação Uruguaia de Futebol (AUF, na sigla em espanhol). A entidade afirmou que apesar dos "pequenos desvios" nos trabalhos de melhorias do histórico estádio, está tudo "dentro do esperado". A AUF contou que o trabalho está progredindo sem problemas e "dentro do calendário pré-estabelecido". E que o campo está na fase em que os rolos de grama que chegaram do Brasil são firmados. Depois, serão semeados de novo com uma semente de grama perene. Faltando pouco mais de 35 dias para a final da Copa Sul-Americana e 40 para a decisão da Libertadores, o estádio Centenário viveu nesta quarta-feira mais um dia de trabalhos de renovação. Na parte externa, várias pessoas trabalhavam na área da entrada principal, enquanto que outros faziam diferentes tarefas de pintura.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte