Dilma vence nas 167 cidades do RN

Publicação: 2014-10-28 00:00:00
A+ A-
Repetindo o bom desempenho verificado no primeiro turno da eleição presidencial, a candidata do PT, Dilma Rousseff, que venceu em 15 estados do país, também venceu em todos os municípios do Rio Grande do Norte, com uma maioria de 685 mil votos sobre o adversário Aécio Neves. Ela obteve 1.201.576 votos, o que representa 69,96% dos votos válidos. Aécio teve 516.011 (30,04%), segundo o Tribunal Regional Eleitoral.
Em alguns municípios potiguares a votação de Dilma ficou em torno dos 90%
O RN foi um dos poucos estados brasileiros onde a presidente conseguiu vitória nos grandes, médios e pequenos municípios e com diferença substancial. Isso pode ser atribuído aos programas sociais, como o Bolsa Família, que beneficia mais de 300 mil pessoas no Estado, e ao Minha Casa, que já entregou mais de 10 mil imóveis para famílias de baixa renda.

A vitória da petista foi mais expressiva nos municípios de pequeno porte, onde os programas tem maior impacto na vida das famílias e na economia local. Em Natal, o placar foi de 222.585 (58,08%) a 160.678 (41,92%). Em Mossoró, segundo colégio eleitoral, a votação dela foi bem maior: 68,96 dos votos válidos.

Os números do TRE mostram que em relação ao primeiro turno, Dilma só não superou o número de votos obtidos em quatro municípios: São Tomé (-112), Pedra Preta (-63), Janduís (-24) e Caiçara do Norte (-22).  Em dois municípios Aécio também teve menos votos que no primeiro turno. Foram eles São Bento do Norte (-39) e Riacho da Cruz (-25).

A queda na votação pode estar relacionada à abstenção, uma vez que muita gente deixou de ir ao interior no segundo turno por falta de dinheiro para custear as despesas e até por falta de motivação, uma vez que os deputados já tinham sido eleitos em 5 de outubro.

Os números também mostram que a adesão de prefeitos à campanha do senador Aécio Neves, anunciada num encontro promovido pelo deputado federal eleito Rogério Marinho (PSDB), a poucos dias da eleição, não teve peso suficiente para mudar o resultado no município.

A análise feita levando em conta as 69 zonas eleitorais mostra que Dilma só perdeu na 1ª  em Natal, por uma diferença de apenas 170 votos num universo de mais 44 mil votos válidos. Aécio teve 24.373 votos (50,17%) e Dilma 24.203 (49,83%). A primeira zona é onde votam os eleitores de classe média alta de Natal que moram numa área nobre conhecida como Plano Palumbo. Em Natal, a votação mais expressiva de Dilma foi na 69ª, que cobre a Zona Norte. Dilma teve 64,76% dos votos - 79.133 contra 43.057 de Aécio.

Os números levam a crer que Aécio, a exemplo do que ocorreu em todo o Brasil, ficou com boa parte do legado da candidata do PSB, Marina Silva, que não conseguiu passar para o segundo turno. No Rio Grande do Norte, Marina contava com apoio da então candidata ao Senado, Wilma deFaria e toda a estrutura do PSB. Ele teve 286 mil votos, fica em terceiro lugar, mas muito próxima do candidato tucano, que tinha o apoio do senador José Agripino.

Para o governo do Estado, o candidato eleito Robinson Faria (PSD) venceu o segundo turno em 101 municípios e Henrique em 66. Robinson ganhou em Natal, Mossoró e Parnamirim os maiores colégios eleitorais do Estado e onde se localizavam os eleitores de Robério Paulino, candidato do Psol.


Deixe seu comentário!

Comentários