Diretores do pavilhão 5 de Alcaçuz deixam os cargos

Publicação: 2017-02-17 09:02:00 | Comentários: 0
A+ A-
Após um mês da maior rebelião da história do Rio Grande do Norte, o diretor e o vice do pavilhão Rogério Coutinho Madruga, o chamado pavilhão 5 de Alcaçuz, deixaram os cargos. As exonerações ocorreram na quinta-feira (16) e os substitutos já estão definidos. De acordo com o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino, os pedidos para as exonerações partiram dos próprios diretores.
JOSÉ ALDENIRPavilhão 5 já tem novos diretoresPavilhão 5 já tem novos diretores

O agora ex-diretor, Ivis Ferreira, e o ex-vice-diretor, Rubian Rocha, serão substituídos pelos agentes Francisco Giovanny e Hudson Luiz da Silva. Segundo Wallber Virgolino, após a rebelião que resultou na morte de pelo menos 26 detentos (o número total ainda está indefinido), Ivis Ferreira e Rubian Rocha tomaram a decisão de abandonar os cargos.

"Eles alegaram cansaço e também muita pressa para ocupar os cargos, por isso pediram a exoneração", explicou Wallber Virgolino.

Os presos ligados à facção criminosa PCC estavam custodiados no pavilhão 5 e foram eles que iniciaram a rebelião, deixando a unidade e seguindo até o pavilhão 4, onde mataram pelo detentos ligados à facção Sindicato do RN.

A unidade está isolada dos demais pavilhões por um muro de contêineres, que será substituído por um muro.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários