Diversão abaixo de zero

Publicação: 2017-03-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Vá ao bar para curtir uma temperatura abaixo de zero, e ao estádio de futebol para passear. Duas experiências curiosas estarão à disposição do público que deseja algo diferente neste fim de semana: em Ponta Negra, bairro praieiro da capital, abriu na semana passada o Ice Bar Natal, cujo maior atrativo é pôr a clientela numa fria durante meia hora. Para quem sente falta de espaços urbanos ocupados para lazer em Natal, terá o lançamento do projeto Domingo na Arena, no qual a Arena das Dunas vai dispôr de seu espaço aberto para variadas atividades das 15 às 21h, incluindo esporte, música e gastronomia.
Temperatura da pista de dança é de 20 graus negativos
Natal abaixo de zero
O Ice Bar Natal aposta num “choque térmico” de expectativas para atrair sua clientela, afinal, pode ser tentador deixar o calorão ambiente de Natal por alguns instantes e curtir um “friozinho” polar enquanto dança, bebe, namora, e se diverte com amigos. O local está dividido em dois ambientes. O não gelado é um espaço convencional, com mesas, cadeiras, um bar, lojinha com artesanato e cachaças (para esquentar?), brinquedoteca, espaço para tratar fotos, e uma gruta de gelo cenográfica onde as pessoas curtem ser fotografadas.

Para ter acesso ao espaço gelado, é preciso antes alguns procedimentos: o cliente recebe um casaco pesado e luvas térmicas fornecidas pelo bar; depois, é feito cinco minutos de aclimatação numa sala intermediária a 16 graus, já criando um clima com luz negra, fumaça, e algumas instruções passadas pelo guia. É recomendado usar o fotógrafo da casa, já que alguns celulares podem não reagir bem ao frio.
Ambiente externo também tem serviço de bar
A porta seguinte é o bar gelado. O local tem a aparência de um bar com pista convencional – a diferença é o gelo por toda parte e a temperatura, entre 15 e 20 graus negativos. No bar, o balcão é feito de gelo, e o cliente pode usufruir das bebidas à vontade (entre vodcas, licores, e sem álcool). No gelo, o bar é open. A decoração mistura cenas ensolaradas de Natal com quatro esculturas de gelo: uma ostra, um camarão, um caranguejo, e o burrinho Chicó, a mascote símbolo do bar. Os casais têm à disposição um “cantinho do amor”, espaço com poltrona (de gelo) para fotos. A balada gelada dura 30 minutos. Pode parecer pouco, mas o frio pode mudar essa ideia rapidamente.

Já o espaço não gelado é de acesso ilimitado. O ambiente é decorado com vários motivos nordestinos, entre imagens de cordel e um cenário que lembra um casarão colonial típico do interior. O bar não é open como no ambiente gelado, mas há maior diversidade de opções, entre cachaças de alambique, uísques, cervejas, caipirinhas e caipiroscas, tequila, saquê, e drinques como mojitos e margaritas. Mas nem tudo é calor na área não gelada: há uma máquina simuladora de neve que é usada só à noite e costuma fazer a alegria da criançada.
Casaco pesado e luvas térmicas estão disponíveis
“O Ice na verdade não é um bar, mas um espaço de diversão com várias experiências”, afirma Luís Antônio Azevedo, um dos três sócios da casa. Ele conta que ideia surgiu através de viagens, tendo contato com outros ice bares. “Foram dois anos de pesquisas, aprendendo como fazer, errando, acertando, até achar o ponto certo. É algo ainda muito novo”, explica. Segundo ele, os lugares do Brasil com os bares do gênero mais badalados são Balneário Camboriú, Curitiba e Gramado. E como Natal entrou na rota? “Porque é uma das capitais mais quentes do Nordeste. É algo que pode atrair turistas e, principalmente, os próprios natalenses”, conclui.

Serviço:

Ice Bar Natal. Av. Praia de Genipabu, 2111, Ponta Negra (rua lateral do Praia Shopping). Aberto diariamente, das 15 às 22h. Acesso: R$70 por pessoa. Tel.: 99654-5000/99925-5336.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários