Do Francês ao regional contemporâneo

Publicação: 2019-06-28 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Alguns dos melhores restaurantes de cidades turísticas como Natal estão nos hotéis. E é uma experiência gastronômica que não foi feita só para turista ver – ou comer. Boa parte está disponível para os bons de garfo locais, não hóspedes. Os mais recentes da capital foram abertos no mesmo lugar, o Vogal Luxury Beach Hotel & Spa, em Ponta Negra: os restaurantes Le Château e Terraço oferecem cozinhas diferentes, mas com o sabor apurado em comum. Nem precisa ser hóspede para saborear.

Prato Tornedor de filé mignon com cogumelos e mil folhas de mandioca é opção do cardápio do restaurante francês no Vogal Hotel
Prato Tornedor de filé mignon com cogumelos e mil folhas de mandioca é opção do cardápio do restaurante francês no Vogal Hotel

Os restaurantes do hotel Vogal tiveram os cardápios assinados pelo experiente chef paranaense Jomair Moreira. Ele trabalhou nos menus desde outubro do ano passado, elaborando as fichas técnicas das duas casas com estilos diferentes. “Eu poderia ter investido numa cozinha clássica convencional, mas preferi que ambas dialogassem com a gastronomia contemporânea, mas cada qual com o seu estilo”, afirma.

O chef se diz apaixonado pela culinária nordestina, e isso o fez se sentir à vontade para experimentar diversas combinações. No caso do Le Château, o direcionamento é o da cozinha francesa – que ele resolveu combinar com diversas técnicas e ingredientes. “Eu já morei no Recife, e minha mãe é de Alagoas. Ela nunca deixava faltar cuscuz nas refeições, e eu absorvi isso. Por exemplo, eu tenho um prato de codorna que usa damascos e cuscuz”, diz. Surpresas como essa figuram em vários momentos do menu francês moderno.

As entradas do cardápio já declaram o estilo da casa: tem tartare de filé mignon ao molho de alcaparras; involtini de queijo brie com geleia de frutas vermelhas; terrine de foie gras com castanha; salmão defumado com guacamole ao curry sobre blini de massa de cerveja; palmito pupunha assado com vinagrete de maracujá; salada de salmão defumado com pepino, entre outros. Não poderia faltar sopas e cremes num menu francês, como o creme de cebola gratinado com queijo gruyere, sopa de abóbora com amaranto e castanha, e creme de couve-flor com camarão, açafrão, leite de coco e especiarias.

O segmento italiano desse menu francês traz um risoto de rabada, linguini com mexilhões, alcaparras e tomate. Do mar tem salmão com trifolato de cogumelos, camarão na manteiga de garrafa, lagostim no risoto provençal, além do peixe do dia. Em carnes vermelhas tem carré de cordeiro, bife ancho em redução de Merlot, e o tornedor de filé mignon com cogumelos e mil folhas de mandioca. Entre as sobremesas, destaque para o creme brullée com limão e cachaça, bolo de coco com creme de baunilha, e uma sopa fria de frutas vermelhas.

O Le Château tem uma decoração sóbria e elegante, com espaço para 56 pessoas. O Vogal Hotel & Spa dispõe de instalações amplas, paisagismo que destaca o melhor da natureza regional e decoração intimista assinada por profissionais de renome. O empreendimento pé na areia tem todos os seus 84 quartos, sendo 21 suítes, com vistas panorâmicas para o mar, além de cinco piscinas outdoor, pool bar, spa, restaurantes, beach service e fitness center.

Jantar harmonizado com Chandon
No próximo dia 02 de julho o Le Château terá uma noite especial: um jantar harmonizado para até 30 pessoas, com serviço em quatro atos, harmonizado com espumantes Chandon pelo sommelier da LVMH Brasil, François Hautekeur. Será das 19h30 às 22h30. As reservas já estão abertas. Todo o cardápio assinado pelo chef Jomair Moreira.

Chef Jomair Moreira aposta no francês moderno
Chef Jomair Moreira aposta no francês moderno

O menu terá  crostini, grissini, brioche, patê de caponata e sardela como couvert, terminando com crème brûlèe com limão siciliano de sobremesa. A entrada reunirá folhas da estação, aspargos tostados, queijo de cabra, geleia de frutas vermelhas, chips de beterraba e vinagre de mel. Já o prato principal terá escolha entre um tornedor de filé mignon ao molho rôti com cogumelo shitake servido com risoto de aspargos e avelã ou salmão com risoto de alho-poró ao molho de ostra, confit de gergelim.

Para harmonizar com os pratos, François Hautekeur selecionou quatro joias da Chandon: Passion On Ice, frutado e ideal para petiscos, como welcome drink; Reserve Brut, que vai bem com saladas verdes e queijos, na entrada; Excellance Rose, combinação de uvas Pinot Noir e Chardonnay perfeita tanto para peixes quanto para carnes vermelhas, acompanhando o prato principal; e Riche Decantado, com sabor de frutas tropicais, escoltando a sobremesa. Preço: R$220 por pessoa.

Um Terraço regional contemporâneo
O chef Jomair Moreira nasceu no Paraná, mas sua conexão com as raízes nordestinas é grande, e se tornou mais forte ainda com a atual residência natalense. “Adoro caranguejo, buchada e picado de carneiro. E também as especiarias favoritas daqui, como coentro, cominho e as pimentas. Elaborei pratos que usam fava, cuscuz e macaxeira, por exemplo, como formas de homenagear a cozinha potiguar. É homenagem, mas também é um desafio pra mim enquanto chef, gosto de ousar”, afirma.

Terraço  experimenta referências potiguares, como o Risoto de Carne de sol com feijão verde
Terraço experimenta referências potiguares, como o Risoto de Carne de sol com feijão verde

O restaurante Terraço é onde Jomair experimentou suas fusões de cozinha contemporânea com referências potiguares, mesclando gastronomia internacional com a regional. Vide entradas como o quiche de bacalhau com emulsão de coentro, o bouquet de folhas com lâminas de salmão defumado, cream cheese, molho de ostra e caviar, carpaccio de haddock, e chiffonade com repolhos branco e roxo com julienne de cenoura e uvas passas. Tem ainda sola de legumes com dadinhos de filé mignon, e creme de palmito com semente de papoula.

Os frutos do mar, tão valorizados na cozinha potiguar, surgem em pratos como a pescada amarela com purê de abóbora (jerimum) e queijo com camarão e favas sauté; robalo regado ao azeite com arroz negro; salmão com risoto de alho-poró ao molho de ostra; camarão em emulsão de azeite de dendê e leite de coco com mix de arroz. Aves? Tem supremo de frango grelhado com risoto de cogumelos e fondue de tomate, confit de pato com especiarias ao molho de mirtilo e cuscuz marroquino, e peito de frango grelhado ao molho de mel.

Para os apreciadores de carnes vermelhas tem o tornedor ao molho roti com cogumelhos shitake e risoto de aspargos com avelã, entrecote com batata recheada ao roqueforte e crocante de presunto, carré de cordeiro com risoto de parmesão, espinafre e cogumelos. Entre as massas, destaque para o linguini ao frutos do mar, risoto de camarão com açafrão, risoto de carne de sol com feijão verde e queijo coalho, penne sem glúten e trifolato de funghi, risoto de bacalhau, etc. Para adoçar o paladar as sobremesas trazem um pudim de leite artesanal, açaí na tigela com castanha de caju, cheesecake com calda de frutas vermelhas, e salada de frutas.

O restaurante Terraço conta com um buffet de café da manhã das 7 às 10h, também aberto para o passante. O hotel não dispõe de ‘day use’, mas mesmo assim também aceita reservas de clientes passantes para seus restaurantes.

Serviço:
Vogal Luxury Beach Hotel &Spa. Rua Cel. Inácio Vale, 8861, Ponta Negra. Tel.: 3227-1000. Acesso aos restaurantes pode ser feito com ou sem reservas. Almoço das 12 às 15h, e jantar das 19 às 23h.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários