Viver
Documentário mostra a vida dos quilombolas
Publicado: 00:00:00 - 25/09/2021 Atualizado: 22:12:04 - 24/09/2021
Remanescente de uma resistência negra secular, Capoeiras é a maior e mais antiga comunidade quilombola do Rio Grande do Norte, localizada na área rural de Macaíba, a 65 km de Natal. Esse sítio histórico potiguar ganha registro e destaque com um documentário e uma exposição fotográfica que serão lançados neste sábado (25),  sendo exibidos em primeira mão aos moradores do local. O documentário conta a história de Capoeiras através de seus próprios moradores, reforçando a memória, identidade e afeto da comunidade. A partir de domingo, o filme estará disponível para todos  no canal da Farolete Filmes no Youtube. 

Reprodução Documentário
O documentário “Capoeiras: histórias de amor, luta e resistência”, é dirigido por Pedro Lucas Rebouças e mostra a trajetória de resistência dos quilombolas em Macaíba

O documentário “Capoeiras: histórias de amor, luta e resistência”, é dirigido por Pedro Lucas Rebouças e mostra a trajetória de resistência dos quilombolas em Macaíba


O documentário “Capoeiras: histórias de amor, luta e resistência”, dirigido por Pedro Lucas Rebouças, mostra as histórias de vida e  resistência de um povo que está há três séculos na comunidade rural de Macaíba. A ideia é mostrar a auto afirmação dessas pessoas para a câmera através de suas histórias, opiniões e como consequência, registrar também a história da comunidade. O diretor ressalta que é um filme sobre pessoas, suas memórias, experiências, opiniões e temas comuns à vida, só que a partir do ponto de vista dos moradores de uma comunidade quilombola. 

“Sempre tive vontade de conhecer Capoeiras um pouco mais de perto, e fiquei encantado com as pessoas, o lugar e sua história, sobre como fomos recebidos e principalmente sobre a história de vida e o conhecimento dessas pessoas. Eu adoro ouvir histórias, acredito que esse filme é sobre isso, ouvir e aprender algo com os outros”, declarou Pedro Lucas. A produtora Larissa Bianca reforça o senso de coletividade existente no local. “Na comunidade eu tive o prazer de aprender muito, de conhecer pessoas que militam e trabalham em prol do social há anos, e que acreditam na força que é a união coletiva”, disse. 

Já a exposição fotográfica "Um Olhar em Capoeiras" mostra os moradores e a comunidade através do olhar do fotógrafo Rafael Santos, onde o mesmo procurou retratar de forma poética a identidade, a história e a fé dos seus moradores. Em Capoeiras vivem cerca de 400 famílias que possuem traços semelhantes, pois por muito tempo os casamentos eram realizados entre os próprios moradores da comunidade. O lugar possui uma área de 906 hectares, na qual recebeu em agosto de 2007, da Ministra Matilde Ribeiro, o certificado de Comunidade Remanescente de Quilombo. 

Serviço:
Documentário “Capoeiras: histórias de amor, luta e resistência”. Lançamento presencial no sábado (25), e online no domingo, no canal da Farolete Filmes no Youtube. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte