Domingo de piada pronta

Publicação: 2020-06-02 00:00:00
A+ A-
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com 

Foi um domingo atípico no Brasil. O país que se tornou epicentro do contágio da Covid-19 na América Latina parecia ter se livrado definitivamente do vírus. As principais capitais do Sudeste tiveram as ruas tomadas de gente, de manifestantes. A favor e contra o governo Bolsonaro. Os grupos divergentes entraram em confrontos em Copacabana e na Avenida Paulista, e aí a chamada grande imprensa acabou botando a quarentena em terceiro plano.

E se não digo segundo plano, é que quando não estavam transmitindo as ocorrências das ruas brasileiras, os canais de notícias – principalmente GloboNews e CNN – abriam janelas para exibir o caos nas cidades dos Estados Unidos, onde os protestos contra a morte do segurança George Floyd tiveram a infilitração do grupo anarquista Antifas, depredando os patrimônios.

E é exatamente neste componente, a chegada dos vândalos no Brasil ontem, que provocou um dos dias mais vergonhosos, mais nojentos, na prática do jornalismo das empresas tradicionais, como Folha, Estadão e o grupo Globo.

Todos passaram o dia construindo e maquinando uma narrativa escrota e cínica de incutir nos delinquentes de roupas pretas um ar de cidadania, de gente ordeira lutando por democracia. Trataram logo de torcedores de futebol.

Imaginem o domingo atípico, quando numa tarde sem bola rolando, palmeirenses radicais se vestiram de negro e foram se encontrar com corintianos radicais na Avenida Paulista, para juntos semearem a paz no País.

Revoltante foi ver a desconexão entre as imagens dos canais de TV com as falas dos comentaristas e repórteres. Enquanto os Antifas brigavam com a Polícia e depredavam tudo, eles tentavam transferir os atos para terceiros.

Ora, foi o sétimo domingo seguido que apoiadores do governo Bolsonaro saíram às ruas vestindo, como sempre, as cores verde e amarela. Na primeira aparição da esquerda, as TVs venderam a ideia de violência dos dois lados.

Ninguém com o mínimo de conhecimento da geografia social brasileira vai acreditar que aquela horda de baderneiros (com as mesmas ações dos black blocks de 2013) era um surto de cidadania das torcidas dos clubes paulistas.

Mas faltou disciplina militante para manter o disfarce por tempo suficiente de impor a narrativa da CNN e GloboNews (rádio CBN também) no imaginário popular. Com dez minutos, os democratas estavam agredindo tudo e todos.

Aconteceu o mesmo na zona sul do Rio de Janeiro, quando os pseudos-torcedores do Flamengo e Vasco tentaram rasgar bandeiras do Brasil carregadas por bolsonaristas. Mais fácil acreditar em ET do que nessa união.

A verdade é que o movimento de esquerda aqui e no mundo, hoje decadente e em minoria, tenta uma ação extremista internacional (como nos anos 1960) com objetivos de recuperar poder na Europa, na América Latina e nos EUA.

No próprio domingo, após ouvir os serviços de inteligência, o presidente americano Donald Trump avisou que o Antifas será declarado uma organização terrorista. E desde então, mais de 1,6 mil vândalos foram presos no país.

E o domingo de piada pronta, com imprensa de piada pronta, encerrou com a reprise do vexame da seleção brasileira em 2014, nos 7 a 1 da Alemanha. Uma ironia com o Fla x Flu que a grande imprensa impõe com jornalismo minúsculo.

Créditos: Divulgação


Lockdown
Foi o ex-deputado Fernando Mineiro quem ligou e convocou prefeitos e secretários da Grande Natal para a reunião virtual com a governadora Fátima Bezerra. Ligou sem dar a pauta, mas alguns sentiram o lockdown no ar.

Cavalo de Tróia
Foi hilário, pra não dizer constrangedor, o semblante dos componentes da videoconferência ao perceberem a presença de alguns jornalistas na sala do aplicativo Zoom. Entre os penetras, apareceu um perfil chamado Bolsonaro.

Perdidinho
Até agora, o que o governo estadual fez com eficiência na pandemia foi ganhar tempo para não mostrar nenhuma ação concreta. E ainda promoveu três fakenews, prevendo 11 mil mortes e anunciando hospitais na Arena e no Papi.

Canabis
É muita coincidência. No mesmo fim de semana em que governadores do NE compraram insumos numa produtora de maconha, a deputada Natália defende a legalização e o filho de um deputado do PT é preso com 40k do “bagulho”.

Exército
No dia 18 a Chefia da Força Terrestre e a 5ª Subchefia do Estado-Maior se reuniram com o Exército Sul dos EUA. Participaram os generais Marcos de Sá Affonso e Otávio de Miranda e o major-general americano Daniel Walrath.

Exército II
As redes sociais da força terreste divulgaram que o 6º Batalhão de Infantaria fará treinamento nos dias 20 e 21, em Caçapava (SP), sobre garantias da lei e da ordem. Aliás, tanto o Brasil quanto EUA convocarão reservistas.

Antifas
Militantes brasileiros do grupo terrorista Antifas agrediram três policiais com barras de metal na cabeça em São Paulo, no domingo. Um outro criminoso desferiu golpe de faca num coronel da reserva, mas contido pelo colete.

Rebeldia
Apesar da delinquência, não condeno um jovem rebelde e esquerdista. Isso é inerente à idade. Só não dá para contemporizar é com um adulto afetado pelo esquerdismo retroativo, pois trata-se de um tipo de tara fora de época.






Deixe seu comentário!

Comentários