Dose dupla no Engenhão

Publicação: 2020-09-17 00:00:00
A+ A-
Vasco e Botafogo se enfrentam, pela partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (17/9), às 19h, no estádio Nílton Santos (Engenhão). Os dois clubes se enfrentaram recentemente, pelo Campeonato Brasileiro da Série A e o time cruzmaltino se deu melhor (3 a 2). A vitória sobre o Botafogo teve dois destaques no Vasco que se conhecem há bastante tempo. Ygor Catatau e Marcos Júnior se enfrentam desde que vestiam as camisas de dois tradicionais clubes do Rio de Janeiro: Madureira e Bangu. Os odis estarão em campo hoje novamente.

Créditos: Vitor SilvaPoupado no Brasileirão, Honda deve ser usado pelo BotafogoPoupado no Brasileirão, Honda deve ser usado pelo Botafogo

“Conheço o Marcos Júnior desde a base. Joguei muito contra ele no sub-20, depois juntos e sempre foi um parceirão meu dentro e fora do futebol. Cheguei aqui no Vasco, já tinha amizade com ele e com o Ricardo Graça. Fazer meu primeiro gol com a camisa do Vasco com um passe de um amigão, um irmão, não poderia ser diferente. Dei um abraço nele muito forte, comemoramos juntos, agradeci e desejei todo o sucesso na vida dele”, disse Catatau, antes do parceiro que tem mais tempo de Vasco:
“Fiquei feliz por dois. Já o conheço desde a base, pois somos da mesma idade, jogávamos bastante contra e também através de amigos em comum. Fico feliz demais por ele. Só eu, o Catatau e o Marcelo Alves sabemos o quanto é difícil vir de um time pequeno e jogar numa grande equipe como o Vasco. E mais difícil ainda é se firmar. Torço não só para que eu, mas ele, o Marcelo e todos os outros jogadores consigam fazer bons jogos para ajudar o Vasco nesse ano”, comentou.

No Botafogo a novidade deve ser a presença de Honda. A sequência intensa e o pouco intervalo entre os jogos faz o Botafogo ter cautela com Keisuke Honda, uma das estrelas do time de Paulo Autuori. Para evitar lesões e queda no rendimento, o meia de 34 anos foi poupado em três rodadas do Campeonato Brasileiro até aqui. 

Os números do meia apontam que ele é um dos jogadores que mais corre nos jogos, uma média de 10 quilômetros por confronto. Desde que chegou ao Botafogo, Honda participou de 15 partidas. No Campeonato Brasileiro, o japonês jogou 491 minutos.

A decisão de participar ou não do jogo não é tomada apenas por Paulo Autuori, que sabe da importância de um bom resultado hoje.

Fluminense larga na frente em briga com  o Atlético/GO
Foi dureza, mas o Fluminense conseguiu abrir uma vantagem mínima no duelo contra o Atlético/GO, pela Copa do Brasil. Jogando, ontem à noite, no estádio Maracanã, o Tricolor fez 1 a 0 no marcador. Com o resultado, os tricolores vão jogar pelo empate no duelo da volta, em Goiás.

No primeiro tempo, os donos da casa foram melhores, mas criaram poucas chances de gol. No segundo tempo, o Fluminense chegou ao gol ao contar com o gol contra o zagueiro rubro-negro, João Victor.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, desta vez em Goiânia.

Outros jogos
Ponte 2 x 2 América/MG
Brusque 0 x 2 Ceará