Fim de Semana
Douce France não sai de cena
Publicado: 00:00:00 - 06/03/2020 Atualizado: 22:40:14 - 05/03/2020
Após 22 anos, o Douce France fechou as portas em Petrópolis. Mas não saiu de cena. O tradicional e querido bistrô pode ser acessado agora através do aplicativo iFood, no qual os muitos fãs da casa podem receber em domicílio as saladas, filés e crepes que fizeram a alegria da clientela durante todos esses anos. O contato é virtual, mas o sabor é real. Pelo menos por enquanto, como afirma o proprietário Alberto Cícero, o “conde”.

Adriano Abreu
As saladas favoritas do Douce France foram mantidas no delivery

As saladas favoritas do Douce France foram mantidas no delivery



O menu virtual foi enxugado, mas traz muitas das iguarias favoritas da casa. Entre elas o sanduíche árabe, a salada gipsy, o patê de foie gras,  filé ao molho Roquefort, salada canibal, tartar, filé ao pesto, crepes famosos como o eterno hit 'basquaise' (frango defumado, maçã e abacaxi) e os profiteroles.

Alberto conta que quando o fechamento foi anunciado, há pouco menos de duas semanas, as mensagens de carinho foram muitas. “Uma prova de que não podemos desaparecer de vez”, diz.

Alberto diz que o fechamento é uma decisão que foi obrigado a tomar. “A crise, a violência urbana, foram muitos fatores. Estava difícil continuar ali. Quis fechar, mas também não quis parar”, diz. E o “conde” ressalta que a saída de cena foi mais estratégica do que definitiva. “Vamos reabrir sim em outro lugar. Estou buscando um novo espaço, mas não tem nada definido ainda”, conclui. 

Natural de Ceará-Mirim,  Alberto Cícero entrou para a gastronomia há quase três décadas. Primeiro como garçom do bistrô ,que no início pertencia a um casal de franceses. Quando os proprietários foram embora do Brasil, cederam a marca para Cícero, que assumiu o negócio.





Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte