Cookie Consent
Natal
Doze lagoas de captação transbordaram em Natal
Publicado: 11:43:00 - 05/07/2022 Atualizado: 11:46:20 - 05/07/2022
Durante registro de chuvas intensas no final de semana, 12 lagoas de captação transbordaram em Natal, sendo elas, Panatis, São Conrado, Esperança, Pajuçara, Xavantes, Pirangi (Ayrton Senna), Soledade, Santarém, Jacaré, Preá, Ponta Negra e Jiqui. A Defesa Civil atendeu, aproximadamente, 80 chamados desde o início da chuva na sexta-feira e os esforços para normalização da situação e atendimento da população devem se estender ao longo da semana. 
Reprodução
Área de entorno à Lagoa do Jacaré teve um carro engolido por cratera no domingo

Área de entorno à Lagoa do Jacaré teve um carro engolido por cratera no domingo

Leia Mais

Algumas dessas lagoas receberam melhorias por volta de janeiro deste ano, segundo divulgação da prefeitura. Limpeza, recuperação da rede elétrica e ampliação da capacidade de armazenamento foram parte das reformas feitas. A Lagoa de São Conrado, na Zona Oeste, Cidade da Esperança e Santarém foram três das que passaram por obra, iniciada em novembro, com previsão de término para janeiro. As melhorias incluem a remoção de lixo e entulhos no entorno e dentro da lagoa e afins. 

Em específico, as obras na Lagoa de Santarém visam a ampliação da capacidade de armazenamento hídrico. Para isso, foi realizada escavação, remoção da camada impermeabilizante e ampliação na área de contenção de águas pluviais. "Com isso, faremos a estabilização e o controle da infiltração das águas pluviais. Também faremos a limpeza através de máquinas roçadeiras e, contando com o apoio da Urbana, faremos a remoção de entulhos e vegetação”, explicou Carlson Gomes, secretário de Obras Públicas para o site da prefeitura. Mesmo com supostas melhorias, as lagoas recém-reformadas sofreram transbordo. 

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) enviou o cessar de alerta de risco, o que significa que, por hora, não haverá mais chuvas. Entretanto, seguirão acompanhando as previsões durante toda a semana. Durante esse período, três abrigos foram montados pela prefeitura, sendo eles na Escola Municipal Henrique Castriciano, Rocas; Escola Municipal Nossa Senhora da Apresentação; e Escola Municipal Professora Maria Cristina Osório Tavares, em Felipe Camarão, bairro mais afetado.  

Nele, o total de 22 casas interditadas. Todas as famílias foram retiradas do local, incluindo um morador que se recusava a sair. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) está realizando recuperação da via. Além disso, a Polícia Rodoviária Federal interditou a BR 226 e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) desviou o trânsito. A Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social visitou as famílias para prestar apoio. Na madrugada de ontem, com a continuidade das chuvas, parte de uma das residências interditadas desabou e ninguém ficou ferido.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte