Duas derrotas e destinos diferentes para brasileiros

Publicação: 2020-12-02 00:00:00
São Paulo (AE) - O Santos sofreu mais do que precisava, mas está classificado para as quartas de final da Copa Libertadores. A equipe, que venceu a partida de ida das oitavas de final contra a LDU, em Quito, por 2 a 1, jogou mal, relaxou demais no segundo tempo e perdeu para os equatorianos por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. A equipe brasileira se classificou por ter feito dois gols fora de casa, avançando pelos critérios de desempate da competição sul-americana.

Com o resultado, o Santos perdeu a invencibilidade no torneio, e entra em estado de atenção para os próximos jogos na temporada. Agora, o time do técnico Cuca, que não ficou no banco de reservas por causa do protocolo sanitário da Conmebol em relação ao novo coronavírus (o time foi comandado por seu irmão, o auxiliar Cuquinha), aguarda o vencedor do confronto entre Grêmio e o paraguaio Guaraní, que jogam na quinta-feira em Porto Alegre - no jogo de ida, o time do técnico Renato Gaúcho venceu por 2 a 0.

Na outra partida, o Athletico-PR bem que tentou, mas não conseguiu comparar forças com o River Plate em Avellaneda e acabou eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores ao perder para o time argentino, por 1 a 0 (pênalti aos 38’/2ºT), ontem, após segurar um empate, por 1 a 1, na Arena da Baixada, na última semana.

Com o resultado, o Athletico volta a concentrar suas forças no Brasileiro, onde segue próximo da zona de rebaixamento. O River Plate, um dos candidatos ao título continental, segue vivo e aguarda o confronto entre Nacional, do Uruguai, e Independiente del Valle, do Equador, para conhecer seu próximo adversário.