Natal
Em 2020, RN teve aumento de tentativas de feminicídio
Publicado: 00:00:00 - 18/07/2021 Atualizado: 11:52:18 - 17/07/2021
O Rio Grande do Norte teve o maior aumento do número de tentativa de feminicídios no Brasil, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Foram 20 tentativas em 2020 contra 5 em 2019, o que representa um aumento de 300%. A variação foi a maior do Brasil, ficando apenas a frente do Amapá, que teve variação de 180,4%. Mesmo com o aumento, o Estado registrou queda nos feminicídios no ano passado em relação a 2019, caindo de 21 registros para 13 em 2020, segundo dados do Anuário.

Magnus Nascimento


Leia Mais

Publicado anualmente e analisando diversas micro causas da violência e da segurança pública no Brasil, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2021, divulgado nesta semana, mostrou que o Rio Grande do Norte teve em outros índices de violência doméstica no ano de 2020 em comparação a 2019. A particularidade do ano passado foi a pandemia de coronavírus, com medidas de isolamento social, toque de recolher e lockdowns em várias regiões do país.

De acordo com os dados do Anuário, as ameaças contra mulheres caíram 2,1%, de 4.089 registros em 2019 para 4.035, em 2020. As lesões corporais dolosas também caíram 34,9%, de 4.169 casos em 2019 para 2.737 no ano passado. A queda neste quesito foi a segunda maior do Brasil.      

O número de medidas protetivas no Rio Grande do Norte também apresentou aumento. O crescimento foi de 7,5% em relação a 2019. Em números absolutos, foram 2.557 medidas efetivadas com urgência, 198 a mais do que em 2019. O índice percentual superou a média do país, que foi de 3,6%. Em relação ao Nordeste, o RN foi um dos 5 estados que apresentou aumento de medidas.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte