Em evento aberto ao público, CERNE debate produção de biocombustível

Publicação: 2017-11-29 11:39:00 | Comentários: 0
A+ A-
Na próxima quarta-feira, 29 de novembro, acontece a quinta rodada do Ciclo de Debates promovido pelo Conselho Técnico-Científico do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CTC-CERNE). Essa edição traz o tema “Os principais desafios para o crescimento do uso dos biocombustíveis no Brasil”.

Mudas de coqueiros em assentamento do RN: expectativa é extrair óleo da palma, o dendê, para produção de biocombustível
Mudas de coqueiro em assentamento do RN para produção de biocombustível (Foto de arquivo).

O evento, que conta com a parceria do  Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte (IFRN), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), acontece no mini-auditório do Campus Central do IFRN, das 14h às 17h e é aberto ao público.

O Ciclo de Debates tem como objetivo debater questões que envolvem do setor de recursos naturais e energia em suas diversas vertentes. “Nossa proposta é analisar e encontrar soluções que possam ser encaminhadas aos órgãos reguladores e executivos do setor, além de identificar potenciais parcerias entre as instituições participantes do evento”, afirmou o coordenador do CTC e Diretor de Tecnologia, Pesquisa e Inovação do CERNE, Olavo Oliveira.

Bioquerosene para aviação
Em março deste ano, foi lançada Rede Brasileira de Bioquerosene e Hidrocarbonetos Renováveis para Aviação (RBQAV). A iniciativa tem como proposta o fomento de políticas públicas que promovam a produção de biocombustível para aviação com o objetivo de reduzir os níveis de emissões de CO2 na atmosfera.

A Rede começou a ser articulada no final de 2016, e é fruto do diálogo entre pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com apoio do Ministério de Minas e Energia, associações do setor e representantes da iniciativa privada.

Segundo o diretor superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Donizete Tokarski, o investimento na produção de bioquerosene se mostra cada vez mais viável. “O bioquerosene se mostra como a alternativa mais viável para substituir o querosene fóssil sendo a opção que pode atender mais rapidamente essa necessidade do setor de aviação”, apontou.

Tokarski será um dos palestrantes do evento. Ele vai apresentar a participação do biodiesel e bioquerosene na NDC brasileira e no contexto do programa federal RenovaBio.

O detalhamento das palestras, programação e informações sobre Ciclo de Debates estão disponíveis na página do CERNE. Inscrições gratuitas pelo link: https://goo.gl/L2htKg

Programação

Palestra: Geração de hidrogênio com biocombustíveis: Produção, aplicação e estudo de caso. Palestrante: Diretor comercial da Hytron Energia/ RTB, Daniel Lopes.

Palestra: Biocombustíveis através da utilização de plantas nativas e biomassa vegetal. Petrobrás-UFRN  Palestrante: Diretor do Instituto de Biociências da UFRN, Professor Graco Viana.

Palestra: Experiência da moringa no RN como uma alternativa de produção de biodiesel e  desenvolvimento do semi-árido. 
Palestrante: Professora  Jeane Martins (IFPB-Picuí)

Palestra: Monetização de resíduos sólidos urbanos para uma gestão sustentável.
Palestrante:Eng. Thiago Mesquita – Diretor de Operações URBANA, Natal

Palestra: Panorama brasileiro da produção de biodiesel.
Palestrante:Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Donato Aranda – UFRJ

Palestra: A participação do biodiesel e do bioquerosene na NDC Brasileira e no Renovabio. 
Palestrante: Diretor Superintendente da UBRABIO, Donizete Tokarski.

Intervalo

Debate

CERNE Press


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários