Economia
Em Mossoró, Expofruit deve receber 15 mil pessoas
Publicado: 00:00:00 - 25/11/2021 Atualizado: 22:55:16 - 24/11/2021
Após o cancelamento da edição de 2020 por causa da pandemia de covid-19, a Feira Internacional de Fruticultura Irrigada (Expofruit) foi aberta nesta quarta-feira (24), de forma presencial, em Mossoró, na Estação das Artes. Com uma programação diversificada, que inclui palestras, debates, painéis, cursos, oficinas, fóruns e discussões científicas, o maior evento de fruticultura do País deve reunir cerca de 15 mil pessoas. Os organizadores estimam que R$ 60 milhões em negócios sejam fechados nos três dias de feira.

Divulgação
Expofruit tem 360 estandes, abertos ao público das 18h às 23h

Expofruit tem 360 estandes, abertos ao público das 18h às 23h


A abertura do evento teve apresentação da banda de choro da Universidade Federal Rural do Seminário (Ufersa) e a presença da governadora Fátima Bezerra, do vice-governador Antenor Roberto, e do prefeito de Mossoró Allyson Bezerra, além de outras autoridades ligadas aos setores de pecuária, agricultura e comércio.

“É com muita satisfação que estamos retornando de forma presencial a esse evento que não é um evento qualquer. Aqui no semiárido estão sendo gerados cerca de 20 mil empregos diretos na fase do cultivo e da colheita. É daqui que sai a proeza e a ousadia de tornar o Rio Grande do Norte o maior exportador de frutas do país”, afirmou a governadora.

A exposição de produtos e serviços ligados à fruticultura tem 360 estandes, abertos ao público em geral, das 18h às 23h. 

Segundo o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (Coex), que organiza o evento, a Expofruit 2021 se propõe a ser um ambiente de negociação para abrir o mercado chinês ao melão da região, além de explorar novas tecnologias e insumos para modernizar o segmento. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte