Natal
Em Natal, manifestantes protestam contra morte de João Alberto
Publicado: 17:23:00 - 21/11/2020 Atualizado: 19:05:17 - 21/11/2020
Grupo de manifestantes se reuniram no supermercado Carrefour na tarde deste sábado (21) para protestarem contra  o ato de violência que tirou a vida de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, em um supermercado da rede na zona norte de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O crime aconteceu na noite de quinta-feira, véspera do dia da Consciência Negra. Beto, como era conhecido, foi espancado por dois homens, um segurança do local e um Policial Militar temporário, os dois agressores foram presos em flagrante. O corpo de Carlos Alberto foi enterrado na manhã de hoje, na zona norte de Porto Alegre.

Mariana Ceci
Manifestantes protestaram no supermercado Carrefour

Manifestantes protestaram no supermercado Carrefour




Leia Mais

Em Natal, a manifestação organizada pela internet foi marcada para às 16h e começou pontualmente. Os manifestantes estão dentro do estacionamento com cartazes que pedem justiça. Em uma das cartolinas, é possível ver o nome de outras pessoas negras que foram assassinadas este ano no Brasil, como a da criança de oito anos Ágatha Félix, morta no Rio de Janeiro após ser atingida por uma bala perdida. 

Em outra grande faixa no chão, em frente a porta de entrada do estabelecimento, é possível ler: "Parem de nos matar".

Os manifestantes também lembraram em diversas vezes a morte do adolescente potiguar Giovanni Gabriel, assassinado pela Polícia Militar em junho deste ano.

Três carros da Polícia Militar estão na localidade juntamente com a segurança do supermercado. Os portões estão fechados e está sendo feito controle de carros na entrada e na saída do local. O Carrefour também fechou a entrada principal, e os consumidores que estão dentro da loja estão saindo por outra repartição.

A medida se dá pois desde o crime em Porto Alegre, protestos pedindo justiça tomaram o Brasil, e na internet, imagens e vídeos de lojas com bancadas quebradas circulam. 


Veja fotos:

Leia também