Cookie Consent
Natal
Em ritmo 'abaixo das expectativas', vacinação atinge 22% das crianças
Publicado: 00:00:00 - 05/02/2022 Atualizado: 08:32:21 - 05/02/2022
Passadas três semanas do início oficial da vacinação infantil contra a Covid no Rio Grande do Norte, a Secretaria de Estado da Saúde Pública avalia que o número de crianças vacinadas no Estado está abaixo das expectativas. Para a pasta, pelo menos 40% do público alvo já deveria ter tomado a primeira dose, mas apenas 22% das crianças, o que corresponde a 74.616 pequenos potiguares, se imunizou contra o coronavírus.
Magnus Nascimento
Passaporte vacinal chegou a ser cobrado novamente, mas decisão já modificou situação mais uma vez

Passaporte vacinal chegou a ser cobrado novamente, mas decisão já modificou situação mais uma vez


Leia Mais

Segundo a coordenadora de vigilância em saúde da Sesap, Kelly Lima, o Estado já enviou aos municípios um montante superior a 200 mil doses da vacina pediátrica. O público total estimado é de 350 mil crianças.

“Entendemos que a garantia do acesso ainda é uma grande dificuldade, porque os pais muitas vezes precisam sair dos seus ambientes de trabalho pra levar essas crianças a serem imunizadas e muitos municípios não abrem ao sábados ou em horário estendido. Estamos na expectativa de que, com o retorno das atividades escolares, e com uma possível portaria conjunta entre a Secretaria Estadual de Saúde e Educação, nós consigamos avançar com essa vacinação,  inclusive com estratégias de vacina nas escolas” explica.

A vacinação infantil no Estado contra o coronavírus começou no dia 16 de janeiro, numa cerimônia simbólica na cidade de São Gonçalo do Amarante. Inicialmente, a ideia da Sesap era começar por crianças com comorbidades, porém, após análises técnicas, foi liberada a demanda espontânea nos municípios.

“A gente percebe um movimento antivacina, que já era potencializado com as outras vacinas que fazem parte do calendário vacinal, e que eles ganham um pouco mais de força, mas temos combatido esse movimento mostrando resultados com relação a um número muito baixo de eventos adversos. Aqui no Estado não tivemos nenhum tipo de evento adverso grave ou mais severo nas crianças com relação a vacina”, acrescenta Kelly Lima.

A Sesap avalia também um Dia D na segunda quinzena de fevereiro, visando estimular a vacinação infantil das crianças potiguares. A expectativa é que a data aconteça num domingo. “Vamos propor aos municípios que esse dia seja num domingo entendendo que mesmo aos sábados alguns pais ou responsáveis tem dificuldade de levar os filhos porque também exercem atividades laborais”, completou Kelly Lima.

Brasil

A aplicação de vacinas contra a covid-19 em crianças de cinco a 11 anos avança em ritmo lento no Brasil. Desinformação, problemas de planejamento e escassez de imunizantes dificultam o avanço da campanha, iniciada só um mês depois da aprovação das autoridades sanitárias. Levantamento feito pelo Estadão junto aos governos estaduais mostra que, até a última segunda-feira, cerca de 1,9 milhão de crianças tinham sido vacinadas no Brasil - o que equivale a 10% do público-alvo.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse em mais de uma oportunidade que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem capacidade para vacinar 2,4 milhões de pessoas por dia. Há salas e profissionais suficientes para isso e o número já foi batido diversas vezes durante a campanha de imunização contra a covid-19. Considerando que o Brasil vem aplicando metade disso, cerca de 1,2 milhão de doses por dia, há espaço para vacinar mais de um milhão de crianças diariamente.

No entanto, a média dessas primeiras duas semanas de campanha é de 130 mil vacinas aplicadas por dia no público infantil. Os números foram informados pelos Estados - pode haver defasagem por causa da demora entre a aplicação da vacina e o registro no sistema.


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte