Viver
'Em torno do Beco' é aberta nesta sexta-feira (03) na Galeria Newton Navarro
Publicado: 00:00:00 - 03/12/2021 Atualizado: 22:05:08 - 02/12/2021
O Beco da Lama se tornou nos últimos dois anos uma tela aberta para variados artistas visuais exporem sua criatividade. Agora, em caminho inverso, o point boêmio do centro histórico vira o tema de outras telas. O resultado está na exposição coletiva “Em torno do Beco”, que será aberta nesta sexta-feira (03), às 18h, na Galeria Newton Navarro da Fundação Capitania das Artes. A mostra exalta a história e os personagens do beco através de 32 trabalhos produzidos por 16 artistas. A exposição ficará aberta à visitação até 15 de dezembro. 

Renata Lisieux
Obras foram produzidas por 16 artistas com diferentes técnicas e estilos, que expressam o modo particular de cada artista ver o Beco

Obras foram produzidas por 16 artistas com diferentes técnicas e estilos, que expressam o modo particular de cada artista ver o Beco


As obras foram produzidas em diferentes técnicas e estilos, utilizando formas, cores, texturas e relevos que expressam o modo particular de cada artista ver o mundo – e o beco. Participam da exposição os artistas Ângelo Desmoulins (Jotó), Allan, Alexandre Ribeiro, Arthuri, Assis Marinho, Dilson Oliveira, Fábio Eduardo, Francisco Eduardo, Girotto, Lavoisier Cunha, Nilson, Renata Lisieux, Renato Monte, Tony França, Valderedo e Verônica Maria. 

Muitas coisas acontecem quando o natalense cruza as ruas Coronel Cascudo e Ulisses Caldas, na Cidade Alta. Identificado como um território alternativo de imensa profusão criativa, o Beco da Lama vem passando por obras de reestruturação e revitalização de sua infraestrutura. O resultado dessa ação deverá ensejar a renovação da galeria de grafites e uma ampliação das intervenções artísticas realizadas no local. A curadoria da mostra foi realizada por Edrisi Fernandes, Manoel Onofre Neto, e Valderedo Nunes. 

Artes do Beco
Quem frequenta o Beco já conhece a efervescente movimentação cultural do lugar, que inclui shows musicais, festas eletrônicas, rodas de samba, e festivais gastronômicos e literários. Uma cena que tem forjado expoentes das artes visuais do Rio Grande do Norte, cujas obras, muitas vezes, são expostas ou negociadas nos espaços culturais da área, como o Sebo Balalaika, o Bardallo’s ou a recente Galeria Pedro Faustino, no Bar do Pedrinho. 

O Beco da Lama é um trecho da rua Vaz Gondim que há décadas reúne botequins e pequenos restaurantes que fazem a alegria de trabalhadores e moradores da área. O lugar sempre foi um reduto tradicional de boêmios, artistas, poetas, músicos, escritores, estudantes, intelectuais e amantes da cultura popular em geral. 

O local entrou no radar das gerações mais novas após a repaginada realizada há dois anos, com vários grafiteiros convidados, embelezando as paredes da área. O novo passo, além da restauração, é alçar o beco a Patrimônio Cultural da cidade. Os festeiros já o elegeram há bastante tempo. 

Serviço:
Exposição “Em torno do Beco”
Abertura: sexta (03), às 18h
Local: Galeria Newton Navarro, Funcarte. Fica até 15/12. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte