Embaixada antecipa volta da delegação que está em Quito; paratleta do RN faz parte do grupo

Publicação: 2020-03-30 05:59:00
A+ A-
A embaixada do Brasil no Equador informou na noite deste domingo que antecipou em um dia o retorno da delegação brasileira paralímpica que está em Quito. Segundo comunicado, um voo fretado da Gol partirá da capital equatoriana às 20h05 (horário de Brasília) desta segunda-feira. A potiguar Cecília Araújo, de 21 anos, é uma das paratletas que fazem parte da delegação. Ela relatou o drama à TRIBUNA DO NORTE sobre o período no país sul-americano sem poder voltar pra casa.

Créditos: Saulo Cruz Exemplus/CPB

Na manhã deste domingo, os nove atletas e o treinador da equipe de Indaiatuba receberam a notícia de que voltariam na terça-feira. A embaixada não justificou a mudança. Pediu apenas que todos estejam atentos ao novo horário.

A delegação desembarcou em Cuenca no início do mês para iniciar treinamento específico na altitude de 2,5 mil metros. A intenção era melhorar o preparo físico do time de olho na seletiva que começaria na última quinta-feira. No dia 13, a competição foi cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus. No dia seguinte, o Equador fechou o aeroporto nacional. Desde então, os atletas tentam retornar ao Brasil.

O treinador Antônio Luiz Duarte Cândido procurou o Comitê Paralímpico Brasileiro e a embaixada do Brasil no Equador. No último sábado, a delegação conseguiu deixar Cuenca de ônibus e foi para um hotel em Quito. Na terça-feira, o governo brasileiro autorizou que um avião da Força Aérea Brasileira fizesse o resgate, mas ainda sem precisar uma data de retorno. Neste domingo, a embaixada comunicou que a volta ao País será por meio de um voo fretado da gol.

Estadão Conteúdo




Deixe seu comentário!

Comentários