Emparn prevê melhor pré-estação chuvosa dos últimos quatro anos

Publicação: 2015-01-05 11:34:00 | Comentários: 0
A+ A-
As chuvas devem continuar no Rio Grande do Norte, nos próximos dias, mas, por enquanto, a Emparn afirma não ter como precisar em quais municípios. As condições dessa pré-estação chuvosa no Estado são favoráveis e as melhores dos últimos quatro anos, mas as áreas onde há indicação para início do plantio são bastante restritas.

Gilmar Bristot, chefe do setor de meteorologia da Emparn, afirma que essa intermitência de chuvas a cada três ou quatro dias  é algo bastante positivo. Os relatos de chuvas em municípios da região Seridó e Central começam a chegar à Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte. A previsão é que volte a chover nesta quarta-feira, na região oeste potiguar, e haja chuvas mais intensas na capital.
Sidney SilvaExpectativa é que chuvas melhorem condições dos reservatórios potiguaresExpectativa é que chuvas melhorem condições dos reservatórios potiguares

“As temperaturas mínimas no continente ainda estão altas, e praticamente iguais àquelas registradas nos oceanos, e isso não vinha contribuindo para chover no litoral. Precisa haver um contraste”, afirmou. A temperatura mínima está em média 25ºC.

Os agricultores dos municípios de Messias Targino e São Miguel podem iniciar o ciclo de plantio porque há solos que retêm mais umidade e mesmo que haja um espaçamento maior no ciclo de chuvas, essas características acabam compensando. A indicação, no entanto, não vale para a maioria dos municípios das regiões Central e Seridó potiguar, mesmo com as chuvas do final de semana.

“Exceto para aqueles localizados no Vale do Piranhas-Açu, se houver registro de mais chuvas esses dias”, orientou no meteorologista.

Os municípios de São Miguel, Coronel João Pessoa e Viçosa — na mesorregião Oeste potiguar — são os que a Emparn registrou o maior acumulado de chuvas entre a sexta-feira e manhã da segunda-feira (5). Nessa região, está a maioria dos municípios onde houve registro de chuvas no final de semana. Na região Seridó, o município de São José do Seridó, de acordo com o pluviômetro da fazenda Caatinga Grande, registrou o maior acumulado (10,8mm entre a sexta-feira e manhã desta segunda-feira).

Chuvas entre o dia 2 e 5 de janeiro:

Messorregião Oeste Potiguar

São Miguel - 66,0mm
Coronel João Pessoa - 57,0mm
Vicosa - 47,6mm
Portalegre - 37,7mm
Baraúna - 35,0mm
Itaú - 32,0mm
Messias Targino - 30,0mm
Venha Ver - 22,0mm
Dr. Severiano - 20,0mm
Rodolfo Fernandes - 19,2mm
Grossos - 15,3mm
Francisco Dantas - 15,0mm
Sao Francisco Do Oeste - 13,0mm
Umarizal - 12,0mm
Janduis - 9,4mm
Olho D'agua Dos Borges - 9,0mm
Paraná - 9,0mm
Tabuleiro Grande - 9,0mm
Tenente Ananias - 9,0mm
Severiano Melo - 8,0mm
Riacho Da Cruz - 7,1mm
Encanto - 5,0mm
Pau Dos Ferros - 5,0mm
Caraúbas - 4,8mm
Porto Do Mangue - 3,5mm
Martins - 3,0mm
Patu - 3,0mm
Campo Grande - 2,1mm
Serrinha Dos Pintos - 1,0mm
Campo Grande - 0,8mm

Mesorregião Central Potiguar

São José do Seridó - 10,8mm
Santana do Seridó - 4,0mm
Cruzeta - 3,8mm
São João do Sabugi - 2,0mm

Messoregião Agreste Potiguar

Campo Redondo - 2,5mm

Mesorregião Leste Potiguar

Natal - 0,2mm

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários