Empartida movimentada, os goleiros garantem o empate

Publicação: 2017-09-14 00:08:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Estádio Nilton Santos foi palco de uma bela partida de futebol, mas Botafogo e Grêmio não saíram do 0 a 0 por culpa direta dos dois goleiros, que foram importantes nos momentos decisivos e acabaram salvando suas equipes de uma iminente  derrota. Nem Jair Ventura nem Renato Gaúcho quiseram arriscar além de suas estratégias. E com razão. Qualquer detalhe que saísse do padrão da partida no Rio de Janeiro poderia definir a vitória para um lado ou para outro. Assim, a vaga na semifinal fica aberta para daqui uma semana, em Porto Alegre.

As duas equipes deixaram o campo com reclamações a fazer sobre o trio venezuelano que comandou a partida. No primeiro, os tricolores pediram pênalti de Arnaldo em Arthur aos 24 minutos, mas o árbitro José Argote mandou seguir. Em lance de escanteio, a bola respingou no braço de Matheus Fernandes. O árbitro novamente negou infração.

Logo no início da etapa complementar, foi a vez dos cariocas botarem a boca no trombone contra a arbitragem. Gilson ganhou na entrada da área, passou para Roger e recebeu passe de calcanhar. Na hora de finalizar, o lateral recebeu a carga de Edílson e caiu. Foi a vez dos cariocas pedir pênalti. Argote também não viu pênalti.

Santos
O Santos saiu na frente contra o Barcelona na noite desta quarta-feira, mas não resistiu à pressão no segundo tempo e cedeu o empate, por 1 a 1, em Guayaquil, no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Mesmo cedendo a igualdade o time brasileiro está em vantagem contra o rival equatoriano por ter marcado gol fora de casa.

O gol de Bruno Henrique, aos 50 segundos da etapa final, dá ao Santos a vantagem de jogar por um empate sem gols no jogo da volta, na Vila Belmiro, na próxima quarta. Igualdade por dois ou mais gols garante o Barcelona nas quartas de final, contra o vencedor do duelo brasileiro entre Botafogo e Grêmio.

Sob forte pressão em Guayaquil, o Santos aguentou firme as investidas e as provocações do rival do Equador durante a maior parte do jogo. Porém, cedeu o empate aos 33 minutos do segundo tempo, em lance de cobrança de escanteio. Nos instantes finais, o Barcelona teve chances para virar, mas a defesa santista se segurou bem, garantindo o 17º jogo de invencibilidade na temporada.

Ficha técnica
Botafogo (0):
Gatito ; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Bruno Silva, João Paulo (Rodrigo Lindoso) e Leo Valencia (Marcus Vinícius); R. Pimpão (Guilherme) e Roger. Técnico: Jair Ventura.
Gremio (0): Grohe; Edílson, Bressan, Kannemann e Cortez; Jailson, Arthur, Ramiro, Léo Moura (Rafael Thyere) e Fernandinho; Lucas Barrios (Everton). Técnico: Renato Gaúcho.
Local: Estádio do Engenhão(RJ).
Árbitro : José Argote (Venezuela).
Renda : R$ 2.029.375,00.
Público : 33.235 pagantes (36.034 no total).


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários