Empresários elogiam criação do 'RN Cresce +'

Publicação: 2020-09-22 00:00:00
Presentes ao lançamento do RN Cresce Mais, empresários de diferentes setores demonstraram otimismo para a retomada da economia potiguar. Essa recuperação já desponta com a abertura de 1.369 novos postos de trabalho somente no Grupo Guararapes, detentor das lojas Riachuelo. 

Créditos: DivulgaçãoPresidente do Conselho do Grupo Guarapres, Flávio Rocha elogiou o conjunto de medidas anunciado pelo Governo do EstadoPresidente do Conselho do Grupo Guarapres, Flávio Rocha elogiou o conjunto de medidas anunciado pelo Governo do Estado

O empresário Flávio Rocha, presidente do Conselho de Administração no Grupo Guararapes, elogiou a criação do programa “RN Cresce Mais” em publicação num rede social.

Em vídeo, ele afirmou que o programa é um marco. “Hoje é um dia muito importante, como marco, para reiterar nossa capacidade de competir nesse setor que é o mais competitivo da economia brasileira. E onde nós temos acumulado sucessivas vitórias graças a parcerias como essa. O programa RN Cresce Mais revigora nossa capacidade de luta”, declarou o empresário.

Segundo Flávio Rocha, a iniciativa anunciada dará fôlego à Guararapes para expandir sua atuação no Rio Grande do Norte. “Isso nos faz ter certeza que vamos chegar aos mais longínquos pontos do RN, levando essa capacidade de transformar através do emprego e da prosperidade”, garantiu.

Presente à cerimônia de lançamento do programa, o superintendente executivo do Grupo Guararapes, Jairo Amorim, também elogiou a medida anunciada pelo Estado. “Motivados pelas novas medidas do Governo e dada a retomada do crescimento econômico puxada pelo varejo, estamos abrindo esses novos empregos. A empresa sofreu muito com a suspensão das atividades e tivemos que reduzir cerca de 600 postos, mas agora voltamos abrindo mais do que fechamos", destacou.

Hotelaria
Já o setor hoteleiro prevê crescimento com a atração de turistas, a partir dos incentivos. “Fomos contemplados com a redução do ICMS da energia elétrica e é um grande incentivo porque é algo que pesa no custo da atividade. AcreditaMos que também, com a retomada dos voos, o número de turistas deve aumentar", disse o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH/RN), José Odécio.

Para o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-RN), Marcelo Queiroz, apesar do comércio estar se recuperando, ainda há o setor de serviços que precisa de estímulo. “Esse conjunto de medidas facilita o retorno de todos os segmentos. Temos o turismo se preparando para essa retomada até o final do ano e o de eventos que foi um dos mais prejudicados. Nós estamos otimistas de que vai ajudar no fortalecimento desses setores", pontuou.