Empresas disputam o título 'Great Place to Work'

Publicação: 2019-07-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Valorização. Essa é a palavra mágica que tem feito a diferença no concorrido mundo dos negócios. Independente do porte e do ramo de atuação de uma empresa, a conquista de mercado passa necessariamente pela qualidade da gestão, dos processos e, sobretudo, pela valorização dos funcionários. Nos dias atuais, onde excelência e qualidade estão cada vez mais niveladas, o diferencial tem de vir da equipe de colaboradores: por trás de tudo e de toda a tecnologia, existem pessoas, e são elas que têm o poder de alcançar resultados positivos e fazer um negócio crescer. É uma tendência mundial, e quando esses aspectos são reconhecidos pelo público consumidor o caminho é um só: o sucesso.

Certificação é uma das mais concorridas do mercado, pois comprova que empresa se preocupa com ambiente de trabalho e funcionários
Certificação é uma das mais concorridas do mercado, pois comprova que empresa se preocupa com ambiente de trabalho e funcionários

Mas é preciso metodologia para definir quais empresas se destacam no mercado, associada à credibilidade e experiência para se elaborar um ranking de relevância com “As Melhores Empresas para Trabalhar”, da sigla em inglês GPTW (Great Place to Work). Nesta quinta-feira (18), a partir das 8h30, no Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira, a GPTW irá revelar, em parceria com a TRIBUNA DO NORTE, o nome das cinco empresas potiguares que atenderam os critérios exigidos para a certificação em 2019.

“No mercado de trabalho, o futuro já é presente. Em todo o mundo, as empresas se reinventam, se transformam e mostram posicionamento cada vez mais pautado em uma nova gestão de pessoas. O ranking que será divulgado hoje mostra quais as empresas do RN que estão se ajustando mais a essas mudanças”, declarou o diretor-administrativo da TRIBUNA DO NORTE, Ricardo Alves.

Disputam o título as seguintes empresas: Evolux, Condomínio Civil Pró Indiviso Natal Shopping, Ivia serviços de Informática, TRA Distribuidora, Contauditoria, Inframerica Concessionária do Aeroporto, Esig Software e Consultoria, Favorito Supermercados e Dínamo Engenharia LTDA

“As empresas do RN premiadas no ranking do GPTW apresentam um grau de excelência de nível mundial, pois o diferencial da nossa metodologia é dela ser aplicada de forma única em todos os países que atuamos”, explicou Carla Pacheco Costa, diretora regional e líder do Programa de Certificação do GPTW Brasil.

A gerente comercial da TRIBUNA DO NORTE, Karina Mandel, destacou que “o ponto chave” a ser considerado é o trabalho feito dentro das empresas que se candidatam. “A metodologia utilizada pelo GPTW busca, através de auditorias, consultorias e treinamentos, criar possibilidades para melhorar o ambiente de trabalho, desenvolver a autoconfiança da equipe e desenvolver talentos. Associar uma determinada marca a esse selo, de qualidade no ambiente de trabalho, confere um diferencial que a sociedade e o mercado tem valorizado cada vez mais”, avaliou Karina.

Para ela a parceria entre a TRIBUNA DO NORTE e a GPTW, é fruto da credibilidade, da solidez e do alcance que o veículo pode conferir ao ranking. “Esse prêmio dá a visibilidade necessária à sociedade de como as empresas são por dentro; e no mercado competitivo de hoje, quando um negócio é eleito por seus funcionários faz com que largue na frente. O público tende a valorizar quem valoriza”, frisou Mandel.

O ranking do GPTW existe há quase 30 anos, e está presente no Brasil desde 1997. Entre os benefícios de figurar na lista das melhores empresas para trabalhar, Carla Costa destaca a possibilidade da informação agregar valor institucional (e ser divulgado na imprensa e nas redes sociais, por exemplo) com potencial para alavancar negócios a partir desse reconhecimento público. “As pessoas são os pilares da gestão, o alicerce de qualquer empresa. Por isso é  preciso que os negócios se reinventem: com as pessoas certas, nas funções certas, trabalhando com engajamento, as empresas tendem a alcançar melhores resultados, encontrar a sustentabilidade para sobreviver a toda essa revolução que vivemos. É estratégico”, garantiu.

Reportagem atualizada às 15h11 do dia 25/07/2019 para correção de informação


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários