Entidades da Polícia Civil cobram mais investimentos

Publicação: 2017-08-10 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A vice-presidente da Adepol/RN, Ana Cláudia Saraiva Gomes, criticou a condução dos investimentos na Polícia Civil e cobrou mudanças. “O Governo do Estado precisa entender que Segurança não se faz com milagres, mas com investimentos. Não há Cristo que mude essa realidade. O Rio Grande do Norte não tem, há anos, uma política compromissada, uma política de Estado voltada para a Segurança Pública. A sociedade precisa saber a verdade e a forma como são repassados os orçamentos do Estado e como são executados. O senhor governador precisa nos dar condições de trabalho”, declarou a delegada.

Ela destacou, ainda, que a falta de investimentos reflete na baixa efetividade dos processos investigatórios conduzidos pela Polícia Civil no estado, visto que, faltam viaturas, equipamentos e, principalmente, mão de obra humana. “O Estado precisa compreender a importância da investigação na redução da violência. Sem isso, não conseguimos controlar a criminalidade. Segurança não se faz com discurso, mas com ações e investimentos”, declarou.

O presidente da Associação dos Escrivães de Polícia Civil (Assesp/RN), Roberto Moura, frisou que “a ausência e falta de compromisso por parte do governador” está prestes a criar uma situação “de colapso não somente financeiro, mas no reduzido efetivo”.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários