Equilíbrio do orçamento

Publicação: 2020-02-06 00:00:00
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br


Buscar mais recursos para a Previdência estadual ter “saúde” financeira é apenas um aspecto que cerca o grande desafio de fazer os orçamentos (fiscal e previdenciário) voltarem a ter equilíbrio, com receitas empatando com as despesas. O custo da conta dos aumentos salariais – planos de cargos, carreiras e salários - chegou agora. Ninguém respeitou a legislação, nem a Lei de Responsabilidade Fiscal nem a do Teto dos Gastos. Para ter apenas uma idéia do custo, o governo federal teve, a menos no ano passado, no ano passado  R$ 55 bilhões de despesas que ficaram de fora do limite estabelecido pelo teto de gastos. E, parte desse dinheiro ainda continuará gerando despesas neste e nos próximos anos.

Tributos
A prioridade no Congresso para 2020 será a reforma tributária, garante o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre. Na reabertura do ano legislativo, presidente do Senado destaca que a implementação de um novo regime tributário é uma ''pauta improrrogável'' e ''necessária para o crescimento brasileiro''.

Moedas
O Copom, do Banco Central, decidiu ontem à noite, cortar a taxa selic para 4,25%, comopreevisto pelo mercado, na primeira reunião do ano. Já as principais moedas apresentaram poucas oscilações durante o dia. O dólar e o euro tiveram ligeira queda. O Ibovespa também fechou em alta acima dos 116 mil pontos. O petróleo fechou em alta de 3,29%, recuperando as perdas dos últimos dias.

Aceleração
O Índice de Gerentes de Compras Composto do Brasil (PMI, na sigla em inglês) ganhou força em janeiro e atingiu os 52,2 pontos, dos 50,9 de dezembro. Acima de 50 pontos, o indicador mostra melhora nas expectativas de empresários na comparação com o mês anterior. Foi puxado pela melhora dos serviços, que, em janeiro, cresceram à taxa mais rápida dos últimos sete meses.

Internet
O comércio eletrônico brasileiro cresceu em 2019, indica a Mastercard SpendingPulse. No ano passado, as vendas online aumentaram 13,5% em comparação com 2018. O indicador dá informações sobre as tendências gerais de gastos do varejo em todos os tipos de pagamentos. No quarto trimestre, o comércio eletrônico cresceu 20,2% em vendas.

Confiança em alta
Melhora o índice de confiança do consumidor encerrando 2019 com 47,0 pontos, patamar acima de 2018, revela o indicador CNDL/SPC Brasil. O número de brasileiros com visão negativa sobre a economia do país recua 10 pontos percentuais em um ano e a expectativa para os próximos seis meses da economia, mostra empate entre otimistas e pessimistas, mas 56% estão confiantes com o futuro das finanças pessoais. E 30% consideram regular.

Finanças
Na mesma pesquisa, observando a própria vida financeira, apenas 14% dos consumidores avaliam a condição como boa. A notícia positiva é que o percentual dos que avaliam a situação como regular (47%) supera os que consideram a própria vida financeira ruim (38%), que diminuiu dois pontos percentuais em 12 meses.

Agilidade
O TRT-RN reduz as execuções pendentes e aumenta a arrecadação para os cofres públicos.  A queda de 14,3% foi registrada em 2018, de 35.257 e terminaram 2019 em 30.208, mesmo sendo iniciadas 11.843 novas execuções.  O valor  arrecadado aumentou, de R$ 44,9 milhões para R$ 55,8 milhões de 2018 para 2019.

Corrupção
Publicado no Diário Oficial de ontem o decreto estadual que institui o projeto Estratégia Estadual de Prevenção à Corrupção, no Executivo. Um dos objetivos é “atingir, no setor público estadual, níveis de ocorrência de corrupção compatíveis com os países desenvolvidos”. O combate à corrupção exige uma atenção permanente.

Captação
A baixa estação chegou de vez. As praias estão esvaziadas. A ABIH-RN aproveita e realiza mais uma ação em Campinas e Limeira (hoje), em São Paulo, com uma participação de 120 agentes, em Campinas, na campanha “Tudo Começa Azul - 2019/2020”.  A ação tem capacitação e rodada de negócios, encerrando com um jantar e sorteios de diárias e kits para os agentes.

Interior
A Voepass inicia os voos de Fortaleza para  Juazeiro do Norte e anuncia para Natal. A Gol Linhas Aéreas, é parceira da nova empreitada. São oito operações de voos entre Fortaleza e cidades do Interior. Já as companhias aéreas de baixo custo passam a cobrar por mala de mão. A cobrança tem sido feita pelas agências Norwegian e JetSmart, que operam no Brasil.







Deixe seu comentário!

Comentários