Escola implanta “Museu da Empatia”

Publicação: 2019-11-10 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com o objetivo de reforçar o Tema Integrador adotado pelo colégio CEI Romualdo em 2019, ” Porque o outro sou eu: a empatia para a superação das violências”, o Programa de Formação Ético-Social, por meio da equipe de professores do projeto Laboratório Inteligência de Vida (LIV) e alunos do Ensino Fundamental II realizaram na manhã desta terça-feira, 5, a ação o “Museu da Empatia”, em que os participantes eram incentivados a se colocarem no lugar do outro, por meio de dinâmicas como o calçar o sapato de outra pessoa e ouvir histórias a partir da vivência do outro.

“Nosso objetivo foi fazer com que os alunos sentissem e refletissem sobre como a empatia pode transformar nossas relações interpessoais e inspirar mudanças de atitude para o enfrentamento de desafios como preconceito, conflitos e desigualdades” destacou a psicóloga Eveline Ribeiro, do Programa de Saúde Mental e Bem-estar na Escola, do CEI Romualdo.
Evento teve mostra dos trabalhos desenvolvidos por alunos e contou com visitação
Evento teve mostra dos trabalhos desenvolvidos por alunos e contou com visitação

A atividade que ocorreu dentro da programação do CIARTE, evento de mostra de trabalhos desenvolvidos pelos estudantes, e teve uma intensa visitação, com participação também dos pais e funcionários da escola.

 “Usamos como reflexão a ideia de nunca julgar alguém, sem antes caminhar 1 milha com seus sapatos, proporcionando que os participantes calçassem o sapato do outro, o que poderia gerar uma situação desconfortável, sensação diferente e se imaginassem no lugar daquela pessoa, estimulando a empatia e a convivência em harmonia entre todos, apesar das diferenças que temos”, destacou Eveline.

Além do “Museu da Empatia”, a CIARTE conta com o projeto CEI Em Cena em que os alunos dos diversos níveis de ensino apresentam releituras de obras literárias com encenações teatrais.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários