Natal
Escolas particulares iniciam ano letivo com manutenção de medidas sanitárias em Natal
Publicado: 09:40:00 - 20/01/2022 Atualizado: 09:43:33 - 20/01/2022
As escolas particulares de Natal se preparam para iniciar, já a partir desta semana, o ano letivo de 2022. Em razão do aumento das taxas de contágio da Covid-19 no Rio Grande do Norte, as medidas de segurança sanitária estão mantidas e devem marcar a volta às aulas na capital potiguar.
Divulgação
Medidas sanitárias seguem sendo cobradas pelas escolas

Medidas sanitárias seguem sendo cobradas pelas escolas

A educadora Thaina Carvalho, diretora pedagógica de uma escola de Natal, conta que cuidados como o uso de máscara e a constante higienização das mãos serão reforçados com toda a comunidade escolar, assim como a redução de contatos físicos. Os abraços de reencontro, segundo ela, devem esperar um pouco mais. 

"Tanto os professores quanto os próprios alunos estão familiarizados com os protocolos e a escola vai manter as orientações e o monitoramento, para que a saúde e o bem-estar de todos sejam preservados. Os nossos colaboradores estão vacinados e isso vai ajudar na contenção do vírus e na conscientização coletiva", acredita ela, que atua no Complexo Educacional Contemporâneo.

De acordo com Thaina, a realização de atividades fora de sala de aula vão continuar sendo estimuladas pela direção da escola. Isso porque, como explica a educadora, elas acontecem em um ambiente mais espaçoso e aberto, o que colabora com a proteção dos alunos. Além da sua importância para a facilitação da aprendizagem.

Thaina afirma que a mesma atenção dispensada às medidas deve acontecer com relação aos diferentes sentimentos relativos à pandemia, presentes em crianças e adolescentes.

"A melhor forma de acolhê-los é ajuda-los a lidar com o que estão sentindo, por meio de conversas, individuais e coletivas, sem minimizar o sentimento de cada um. Zelar pela segurança e pela saúde dentro da escola trará para eles mais confiança e condições de enfrentar os desafios", resume a educadora.

A pandemia teve início em 2020 e este já é o terceiro ano letivo sobre o qual ela incide algum impacto. Mas como lembra Thaina, não há mais surpresas em relação aos procedimentos: "A comunidade escolar já sabe como agir e está pronta para seguir com a aprendizagem, sem abrir mão, é claro, dos cuidados que o momento ainda demanda de todos".

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte