Escolher a melhor escola para os filhos é desafio

Publicação: 2020-11-29 00:00:00
A escolha de uma nova – ou a primeira - Escola para os filhos é uma tarefa difícil, ainda mais na atualidade, em que tantas novas ferramentas e tecnologias para educação precisam ser levadas em consideração.
Créditos: Magnus NascimentoCom o fim de mais um ano letivo se aproximando, por mais atípico que tenha sido em razão da pandemia, muitos pais iniciam escolha de nova escola para os filhosCom o fim de mais um ano letivo se aproximando, por mais atípico que tenha sido em razão da pandemia, muitos pais iniciam escolha de nova escola para os filhos

Entre valores e princípios, projeto pedagógico e ensino religioso, abordagens avançadas e tradição, tudo se mistura na cabeça dos pais, que muitas vezes ainda pensam na escola como algo fragmentado, em que uma série é mais difícil que a outra, ou uma disciplina é mais ou menos importante. Mas em verdade, uma série é dependente da outra, pois há uma fluidez na construção do conhecimento.

Diante disso, percebe-se que não existe um segmento ou um ano mais importante que o outro. O ano seguinte é a continuação do anterior e a preparação para o que virá depois, pois os ciclos anuais que envolvem a Educação Infantil e os Ensinos Fundamental e Médio são apenas divisões que ajudam na organização das escolas, mas que se inter-relacionam de acordo com a proposta pedagógica de cada instituição.

Assim, a escolha da escola é também uma decisão que precisa ser tomada com uma visão de longo prazo. Fragmentar esse processo no meio do caminho pode ser necessário, mas em muitos casos traz sofrimentos imediatos para o aluno, como tristeza ou desmotivação, ou a médio ou longo prazo, com resultados insuficientes de aprovações em testes que a trajetória estudantil impõe.

Para a diretora pedagógica do Colégio CEI, Cristine Rosado, “a escola é uma promessa de futuro para os seus alunos como formação para a vida, e a parceria escola-família será sempre essencial".  Este pensamento é reforçado por vários estudos voltados para a nova educação, que apontam que essas escolhas devem priorizar, acima de tudo, um projeto a longo prazo para o estudante. Estar conectada com as mudanças do século XXI, usar a tecnologia como aliada diária e fomentar o pensamento crítico são aspectos essenciais para uma escola dinâmica e sintonizada com as exigências da sociedade.
Créditos: Magnus NascimentoCristine Rosado defende a escola como promessa de futuroCristine Rosado defende a escola como promessa de futuro

Conhecer a proposta pedagógica, ter contato com o ambiente e valores da instituição estão entre as informações essenciais a serem buscadas nesse período. “Algumas escolas, durante muito tempo, permaneceram iguais, como se as transformações que ocorreram no mundo tão rapidamente não adentrassem no ambiente escolar. Os pais precisam identificar o que a escola tem feito ao longo dos anos, se ela tem se transformado ou se ficou estática, se a escola é inovadora", explica Cristine. Manter a coerência com os princípios metodológicos que embasam a prática, buscando recursos inovadores para estimular a aprendizagem é sempre uma boa perspectiva para avaliar uma instituição educativa.

Antes de buscar os valores das escolas, no entanto, a psicóloga e diretora da Escola Ser e Aprender, Martina Galvão, destaca que é importante que os pais tenham em mente quais são os seus próprios valores, para que possam buscar opções que estejam de acordo com o que acreditam. “Penso que o responsável, quando vai decidir uma escola para a criança, precisa estar atento ao que ele gosta. O que esse pai e essa mãe pensam? Como eles encaram que deve ser o ensino, quais são seus valores? Eles têm que chegar à escola pensando os valores que eles têm e, a partir daí, ver como isso se encaixa naquelas escolas”, diz Martina.
Créditos: CedidaMartina Galvão destaca que pais devem avaliar necessidadesMartina Galvão destaca que pais devem avaliar necessidades

Ela destaca que cada família possui suas particularidades, que vão desde preferências metodológicas a disponibilidade de horários. “Horários, metodologia, projeto pedagógico... muitos pais precisam deixar o filho na escola o dia todo, outros já não necessitam... todas essas são coisas interessantes que os pais precisam avaliar. O ideal é chegar na escola com perguntas prontas, e não ter medo de perguntar e saciar sua curiosidade para saber se isso é o que eles realmente procuram”, completa.

Avaliação de rankings

Em busca de resultados e cheios de boas intenções, índices e rankings acabam tendo um peso nas decisões. Mas é importante que, para não serem ludibriados, os pais saibam interpretar os números que, mesmo sem a divulgação oficial do Ministério da Educação, continuam sendo divulgados pelas escolas.  Checar, por exemplo, quantos alunos de tal escola fizeram a avaliação, se não foi restrito apenas para uma pequena parcela selecionada, o que mostra um retrato que não é real.

Peculiaridades devem marcar o ano letivo 2021

No meio de tantas informações cruciais, há ainda a peculiaridade que envolve a transição do ano letivo de 2020 para 2021, com as restrições trazidas pela pandemia do Coronavírus. Ao que tudo indica, o próximo ano ainda será iniciado com a utilização do ensino remoto ou aulas híbridas, sem data certa para o retorno pleno à modalidade presencial.

Enquanto as escolas buscam as melhores soluções possíveis, alunos aprendem, cada um ao seu modo e em diferentes níveis de efetividade, os conteúdos curriculares. Mas, em recente palestra sobre Ensino Híbrido, Inovação e Transformação Digital na Educação Básica, a Presidente da Associação Nacional de Educação Básica Híbrida, Maria Inês Fini atesta: “Eu considero a metodologia de projetos a melhor metodologia que nós temos para enfrentar os problemas deste momento". Doutora em Educação, Especialista em Currículo e Avaliação, a educadora atuou em importantes órgãos como diretora do INEP/MEC, para Avaliação de Certificação de Competências, e foi responsável pela criação e implementação do ENEM.

Cristine Rosado comemora a conclusão exposta pela presidente Maria Inês, lembrando que o Colégio CEI já trabalha com a metodologia de projetos há quase duas décadas.  “A eficiência dessa metodologia não é novidade para nós, mas é excelente percebermos o quanto estávamos qualitativamente preparados, em nível de conteúdo, para enfrentar os desafios trazidos pela pandemia, apesar de todas as dificuldades. Aqui não há acomodação pedagógica, de um ano para o outro sempre há algo novo implantado ou melhorado em benefício dos alunos, como o espaço Fab Lab, a metodologia STEAM, o Pensamento Computacional, o Projeto de Vida além dos programas Middle School e High School", explica.

Escolha - 7 perguntas-chaves para escolher a nova escola.

- Os valores dessa escola são similares aos da nossa família?

- Quais das novas ferramentas de ensino essa escola já utiliza?

- Como é formada a equipe pedagógica dessa escola?

- Como essa escola se comunica pelas redes sociais?

- Como os alunos são estimulados a participar no cotidiano escolar?

- Como essa escola lida com a inclusão e a diversidade?

- Essa escola se atualizou através dos anos ou parou no tempo?

Leia também: