Natal
Escritórios de bandas de forró são alvos de mandados de busca e apreensão
Publicado: 09:45:00 - 09/04/2013 Atualizado: 09:59:22 - 09/04/2013
Contratos com três bandas de forró gerenciadas pelo empresário Alex Padang são alvo de investigação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, na operação Máscara Negra, deflagrada na manhã desta terça-feira (9) com o objetivo de combater supostas fraudes em eventos festivos nas cidades de Guamaré e Macau. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em três localidades.

Leia Mais

Os alvos da operação foram contratos com as bandas Deixe de Brincadeira, Forró da Pegação e Cavaleiros do Forró. As três bandas estiveram na programação do carnaval de Macau entre 2011 e 2013. Não há, no entanto, a confirmação sobre irregularidades nos acordos para contratação das bandas.

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE tentou contato com Alex Padang através do telefone, mas não obteve sucesso.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte