Esse japonês é quente

Publicação: 2017-06-30 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Cherry Blossoms surgiu em 2015, durante a febre dos food trucks. Após as muitas reviravoltas no segmento, tirou o carro das ruas, e decidiu estacionar num ponto fixo. Agora, há mais de um ano, é um restaurante em Capim Macio que trabalha com diferenciado menu de pratos quentes japoneses. A transição permitiu um cardápio com mais opções, e também mais comodidade ao cliente.
Yakisoba japonês é um dos pratos que mais saem no novo Cherry Blossoms
Yakisoba japonês é um dos pratos que mais saem no novo Cherry Blossoms

O proprietário Erik Yanagawa afirma que a troca acabou se mostrando necessária – e vantajosa para todas as partes. “O food truck me limitava. Era só uma chapa e uma fritadeira, eu não podia fazer muita coisa”, diz. O próprio mercado de food trucks não estava mais funcionando, segundo ele. “Apareceram muitos oportunistas, gente pensando só em ganhar dinheiro. A qualidade foi decaindo, queimando a imagem do cenário, e eu achei melhor sair”, conta.

O Cherry Blossoms em versão restaurante possui um aconchegante espaço para 50 pessoas, naturalmente arejado, dividido entre um salão aberto e uma área com bar, decorado com lanternas e flores (artificiais) de cerejeira. “Além da saturação do mercado food truck, também veio a questão da segurança. As pessoas estão com medo de ir às ruas, portanto, um restaurante é mais seguro e atrativo”, ressalta. Ele afirma que a experiência lhe fez ver que a clientela preferia um lugar fixo.

O cardápio cresceu junto com a cozinha do novo Cherry. Tudo tem um toque japonês. Começando pelos petiscos, como a batata frita no molho de gergelim e frutas; anéis de lula, queijo mussarela, e camarão empanados no panko; fatias de carne suína chapeadas e temperadas com óleo de gergelim, sal e pimenta japonesa, entre outros. Um item em moda no Japão atualmente é o onigarazu, uma versão do temaki em formato de sanduíche, com recheios diversos.
Erik Yanagawa: Além da saturação do mercado food truck, também veio a questão da segurança. Um restaurante é mais seguro e atrativo
Erik Yanagawa:  Um restaurante é mais seguro e atrativo

Um dos orgulhos da casa é o gyoza, pastel de massa fina cozido no vapor e frito: Agrada aos mais exigentes paladares japoneses, em recheios de vegetais com cogumelo shitake, carne moída, e camarão com vegetais. Os teppanyakis – pratos grelhados, cozidos ou fritos – também ganham muita variedade. O yakisoba, popularizado na versão chinesa, é bem diferente no preparo japonês. O macarrão vem com uma maionese japonesa, em sabores com legumes, cubos de frango à japonesa, tiras de carne, filé de camarão, e carne suína.

Um detalhe: o restaurante não trabalha com o segmento de sushi e sashimis. “O mercado brasileiro desvirtua bastante a minha cultura. Então se é para seguir esse formato, melhor não fazer”.

O okonomiyaki, uma panqueca japonesa, tem recheios de camarão, carne suína, e vegetais. Entre as especialidades da casa estão o contrafilé empanado com panko e refogado na cebola com molho hontsuyu; o kakum de porco (cubos cozidos); os tempuras donburi de camarão e vegetais, e o kara age, o frango frito tradicional do Japão, entre outros. E como sobremesa, um brigadeiro de chá verde. Segundo Erik, futuramente o Cherry aumentará suas opções de izakayas, ou seja, a comida de boteco japonesa.

Serviço:
Cherry Blossoms. Av. Gov. José Varela, 919, Capim Macio (por trás da Fiat). Aberto de terça a domingo, só para jantar. Tel.: 2020-7170. Tem delivery e ifood.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários