Estado prorroga contrato de temporários da Educação

Publicação: 2019-07-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Governo do Estado vai prorrogar o contrato dos professores temporários da Educação Profissional. A medida tem caráter excepcional, uma vez que o governo já havia renovado os contratos desses profissionais por duas vezes. O procedimento foi autorizado pela Assembleia Legislativa e sancionado na última sexta-feira (5) pela governadora Fátima Bezerra. A prorrogação vale até o final do ano letivo de 2019.

Segundo o secretário de Educação, Getúlio Marques, muitos professores teriam que sair agora no mês de julho, o que causaria prejuízo para os alunos, já que, além das aulas específicas, os professores estão fazendo a orientação do trabalho de conclusão de curso dos alunos.

“O projeto de lei que enviamos à Assembleia foi para que o contrato desses professores não termine no meio do processo. Com isso manteremos esses mesmo profissionais que já estão atuando até o final do ano. São professores de especialidades, já estão em contato com os alunos, entendem do sistema. A saída deles no meio do processo causaria um prejuízo enorme para os estudantes”, disse o secretário por telefone à TRIBUNA DO NORTE.

Getúlio Marques também conta que até o final do ano a Secretaria de Educação lançará o processo seletivo para contratação de novos professores. “Pelo que foi aprovado na Assembleia, a secretaria se compromete de realizar uma nova seleção de professores, efetivos e temporários. Já estamos preparando isso”, informa o gestor.

Conforme o texto sancionado pela governadora, a prorrogação dos contratos diz respeito aos professores selecionados pelo Edital Simplificado para Contratação Temporária nº 01/2017-GS/SEEC/RN, e visa atender à “necessidade temporária de excepcional interesse público em razão da efetivação da Educação Profissional nas Escolas e nos Centros Estaduais de Educação Profissional do Rio Grande do Norte”. O texto ainda informa que as despesas decorrentes da execução da Lei “correrão à conta de dotação própria da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), consignada na Lei Orçamentária Anual”.

De acordo com dados da SEEC, o órgão conta com 150 professores e técnicos especializados para atender a demanda das escolas profissionalizantes. Destes, segundo Getúlio Marques, 78 estão orientando trabalhos de conclusão de curso. Na rede estadual são 7.592 alunos matriculados.









continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários