Cookie Consent
Esportes de Primeira - Itamar Ciríaco
Estratégia
Publicado: 00:01:00 - 19/05/2022 Atualizado: 22:01:10 - 18/05/2022
Itamar Ciríaco: itamar@tribunadonorte.com.br

A estratégia faz parte da disputa de um campeonato de futebol. No entanto, em algumas situações, não é necessário confundir um plano para conquistar seus objetivos, com omissão de informação que, ao invés de servir como base para confundir o oponente, serve como alimento para pequenas crises e desconfianças por parte dos torcedores. Por vezes, informar com precisão, com justificativas sólidas é a melhor arma para atingir o seu objetivo. Esconder fatos, decisões ou opções só gera desconfiança e põe em risco, desnecessário, um bom projeto. Uma certa vez, por exemplo, uma determinada instituição optou por não informar algo que faria de forma legal, justa e necessária. Simplesmente a justificativa era que o fato, pelo risco de polêmica, seria melhor não ser exposto. O resultado é que, no mesmo dia, ao acaso, a informação vazou. O que era legal, justo e necessário passou a ser tratado como uma ação irregular e/ou, no mínimo, suspeita. Ou seja, expor a realidade pode ser o melhor caminho. Informar ao torcedor sobre as decisões, opções, etc, é o melhor caminho. No mundo atual, repleto de câmeras e microfones por todos os lados, o “mistério” não é bem visto e as vezes soa até patético e jocoso. Além disso, caso não funcione, principalmente, o “feitiço pode virar contra o feiticeiro”.

Ciclo
Parte dos clubes do Nordeste costumam fica numa espécie de ciclo vicioso em relação aos treinadores. O Altos do Piauí, que demitiu o técnico Francisco Diá apenas após poucos jogos, contratou Fernando Tonet. É o quinto treinador do Jacaré em 2022.

Ostentação
A Confederação Brasileira de Futebol tenta se livrar da ostentação de outrora. O presidente da entidade convidou as federações filiadas para a Assembleia Geral Extraordinária, de natureza administrativa, que se realizará no dia 24 de maio, no Rio de Janeiro. Em pauta as vendas simplesmente de: UMA AERONAVE: Modelo: CITATION 680 Sovereign, Ano de Fabricação: 2009, Número de Série: 680-0260, Prefixo PP-AAD, Capacidade: 9 lugares; UM HELICÓPTERO: Modelo: Agusta A109S, Matrícula: PR-WDA, Número de Série: 22149, Ano de Fabricação: 2010, Capacidade: 4 lugares e UM VEÍCULO: Mercedes-Benz E 500, blindado, Cor: Preta, Chassi: WDDHF7CW3AA056655, Ano de Fabricação: 2009. Uma grana preta.

Credenciamento
A CBF abriu o processo de credenciamento para a Copa do Mundo FIFA Qatar 2022. Há um número limitado de credenciais distribuído para cada país e regras específicas para realizar a solicitação da credencial. 

Fórmula 1
A possibilidade de substituir o GP da Rússia, cancelado em fevereiro por causa da invasão russa na Ucrânia, foi descartada pela Fórmula 1 nesta quarta-feira. Em comunicado oficial, a organização da modalidade informou que não vai preencher a vaga em aberto no calendário, o que deixa a temporada com o total de 22 corridas, em vez de 23, como previsto anteriormente. As 23 corridas programadas para esta temporada representariam um recorde de número de etapas na história da Fórmula 1. Agora, com 22 GPs no calendário, a quantidade de provas realizadas é a mesma da temporada passada, que quebrou a marca de 21 corridas disputadas em 2016, 2018 e 2019.

Homofobia 
O volante Idrissa Gana Gueye, do Paris Saint-Germain, deverá comparecer ao Comitê de Ética da Federação Francesa de Futebol (FFF) para prestar esclarecimentos após se recusar a utilizar uma camisa que continha as cores do arco-íris, em referência à causa LGBTQIA+. Os jogadores que disputaram a rodada do Campeonato Francês usaram uniformes em que os números estavam pintados com as cores da bandeira LGBT+.

Homofobia 1 
Pela segunda temporada consecutiva, Gueye não joga nas datas próximas ao protesto. Diante disso, o Comitê de Ética pediu que o volante se apresente para esclarecer os rumores. A FFF também sugeriu que Gueye permita ser fotografado com a camisa ou confirme sua vontade de não se associar à campanha contra a homofobia.

Jiu-jitsu
O jovem Sílvio Romero Júnior, apenas 11 anos, já sabe o que é ser campeão brasileiro. O atleta potiguar competiu em Barueri e ficou com o título nacional Kids. Lutador da equipe de Checkmat, Silvinho agora se volta pra outras 3 competições internacionais. Vai disputar o Sulamericano IBJJF 2022, no Rio de janeiro, próximo mês de junho e ainda tem presença confirmada nos 2 campeonatos mundiais da categoria esse ano. O Pan Kids IBJJF Jiu Jitsu 2022, que será disputado em julho, nos Estados Unidos, e o Mundial de Jiu Jitsu de Abu Dabi, nos Emirados Árabes, em novembro. A meta é consolidar definitivamente o nome no cenário mundial.

Jiu-jitsu 1
Silvinho vem construindo uma carreira meteórica no jiu jitsu. Ele começou apenas em setembro de 2019 e apesar do pouquíssimo tempo na modalidade, cerca 2 anos e meio, já acumula títulos e desempenhos surpreendentes. Antes desse título de Campeão Brasileiro Kids, Silvinho já tinha dado mostras pra que veio. No ano passado, ele ficou em 3° lugar no mundial de Jiu Jitsu kids em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos. Essa competição ele disputou aos 10 anos, enquanto os adversários tinham 11 e o que parece ser um pequeno detalhe faz enorme diferença principalmente na questão do peso. E esse fato é preponderante em situações práticas de artes marciais.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte