Europa não deve pressionar Biden a voltar ao acordo nuclear com o Irã

Publicação: 2020-11-25 15:39:00
Diplomatas europeus estão buscando uma ação rápida do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para reduzir as tensões nucleares com o Irã, mas não pressionam Washington para entrar novamente no acordo nuclear de 2015 rapidamente, segundo fontes.

Embora os países europeus continuem apoiando o pacto, autoridades da França, Reino Unido e Alemanha - países que ajudaram a negociar o acordo - disseram que um retorno total a ele pode não ser possível ou mesmo desejável antes das eleições presidenciais do Irã em junho.

Em meio às crescentes preocupações europeias sobre o desenvolvimento nuclear do Irã, os diplomatas disseram que solicitarão um acordo rápido nos primeiros meses do governo Biden na próxima primavera, para oferecer um alívio das sanções dos EUA contra Teerã em troca de medidas do país persa para reverter suas atividades nucleares em expansão .

A esperança seria fornecer alguns benefícios econômicos tangíveis ao Irã antes da votação de junho, criando um incentivo para um novo governo iraniano buscar a diplomacia.



Estadão Conteúdo