Evolução ainda que pequena

Publicação: 2018-10-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

A produtividade da indústria brasileira cresce mais do que a média dos principais parceiros comerciais, cerca de 2,3%, diz a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O  movimento trimestral da produtividade do trabalho no Brasil também caiu (3,4%), no segundo trimestre de 2018, com a greve dos caminhoneiros. A produtividade do trabalho superior à média dos parceiros comerciais principais do país, em 2017, em relação ao ano anterior. Entre eles estão os EUA, Argentina, Alemanha, México, Japão, França, Itália, Coreia do Sul  e Reino Unido. Entre 2016 e 2017, a produtividade do trabalho na indústria de  transformação cresceu 4,3% e só não foi maior que a produtividade da Coréia do Sul, de 5,8%.

Reavaliação
O resultado da avaliação do ensino superior, através do ENADE, mostra claramente que o Brasil não priorizou a educação lá de baixo, desde a pré-escola, passando pelo ensino fundamental. Precisamos voltar ao começo e focar desde a creche, para se obter resultados melhores no nível superior.

Pressão
A inflação pelo IGP-M está  mais pressionada. A 1ª prévia de outubro foi de 1,06%, ante 0,79% em setembro.   A   inflação acelerou em todas as faixas de renda, tanto na comparação com agosto, quanto frente ao mesmo mês de 2017. A alta de preços nos grupos “alimentos e bebidas” e “habitação” produziu impacto maior no custo dos mais pobres.

Exposição
A Festa do Boi 2018 começa amanhã no parque de exposições de Parnamirim e, logo ela manhã, tem festa para as crianças. A organização espera atrair 330 mil pessoas e movimentar cerca de R$ 50 milhões nos nove dias da exposição. O maior encontro do agronegócio potiguar  reunirá 2.500 animais puros, com abertura oficial amanhã, a partir das 17h.

Projetos
A ausência de detalhamento das  propostas econômicas dos candidatos está gerando uma confusão. A indústria reclama que Bolsonaro fala mais com o mercado do que com o setor.   Quando o assunto é o futuro das estatais, os candidatos têm projetos antagônicos. Haddad quer  reestatizar as companhias com venda em curso. Já  Bolsonaro quer privatizar  empresas para reduzir a dívida pública.

Poupar para o futuro
Cresce o número de consumidores que poupam acima de R$ 50 para os filhos, diz a Boa Vista SCPC. Cerca de 85% dos consumidores entrevistados acreditam ser muito importante falar sobre educação financeira com crianças e adolescentes. Pouco mais da metade (51%) dos entrevistados afirma poupar para os filhos. Destes, 62% dizem guardar todo mês acima de R$ 50, o que representa um aumento de 9 pontos percentuais, na comparação com o ano anterior. 

Petróleo
O furacão força o desligamento de quase 40% da produção de petróleo do Golfo do México. Já no Brasil, a Petrobras reduz hoje,mais uma vez, o preço da gasolina.  

Banco
Mais facilidades para os clientes bancários. A partir de sábado (13), O boleto vencido acima de R$ 100 poderá ser pago em qualquer banco. A mesma medida começa a valer para valores menores, a partir do dia 27. A regra vale para os documentos que já estiverem cadastrados na nova plataforma de cobranças criada pelo bancos.

Câmbio
Mais uma vez o mercado financeiro puxou pra baixo a cotação das moedas estrangeiras, no início da manhã e inverteu durante o dia.  O dólar fechou o dia com alta de 1,42%, sobre a terça-feira, cotado a R$ 3,76. A partir de agora, a cada declaração dos candidatos o dólar, o euro e o Ibovespa vãos oscilar mais.

Décimo
Um decreto do Governo do Estado abre crédito suplementar no valor de R$ 36 milhões, 075 mil, para o IPERN. Os recursos virão do excesso de arrecadação, Fonte 350 – Recursos Previdenciários Diretamente Arrecadados, para pagamento das aposentadorias e pensões. Ainda sem confirmação seria destinado ao pagamento do décimo terceiro de 2017, para quem ganha acima dos R$ 5 mil.

Embarques
De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações de melão da safra 2018/19 começam em ritmo lento, no Rio Grande do Norte/Ceará. O volume embarcado da fruta foi 37% inferior na parcial da safra (agosto e setembro), em relação ao mesmo período da temporada anterior, somando apenas 26 mil toneladas. A receita  foi ainda menor (-41%), com US$ 19 milhões. Alguns dos principais destinos como  Holanda, Inglaterra e Espanha) reduziram os pedidos de melão brasileiro.

Exportações
As vendas externas do agro brasileiro devem atingir US$ 100 bilhões. A estimativa foi feita ontem pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi durante posse do novo presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, no Palácio do Planalto. “É uma marca que vínhamos perseguindo e, agora, vamos alcançar”, disse o ministro.




continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários